Athletico tem cinco jogadores bicampeões da Sul-Americana; confira quem são

Pedro Melo

Athletico bicampeões Sul-Americana Santos Nikão Márcio Azevedo Thiago Heleno

O Athletico conquistou o bicampeonato da Sul-Americana ao derrotar o Red Bull Bragantino por 1 a 0, no estádio Centenário, em Montevidéu. E cinco jogadores estiveram nos títulos de 2018 e 2021: goleiro Santos, zagueiros Thiago Heleno e Zé Ivaldo, lateral-esquerdo Márcio Azevedo e atacante Nikão.

Santos, Thiago Heleno e Nikão foram peças importantes nas duas conquistas. Márcio Azevedo esteve no banco de reservas em ambas as ocasiões. Já Zé Ivaldo fazia parte do elenco, mas não foi relacionado para as finais em 2018. Três anos depois, o zagueiro entrou na reta final.

Na decisão em 2021, o grande nome foi Nikão, eleito o melhor em campo pela Conmebol. O atacante marcou um golaço de voleio, que garantiu o título do Athletico. “Acho que a gente aprendeu a jogar esse tipo de competição, o mata-mata. É uma equipe madura, experiente, com jogadores que já jogaram finais e sabem da atmosfera. É todo um processo, todos estão de parabéns. Estou muito feliz por esse título”, afirmou o camisa 11.

Os cinco jogadores ainda entram num seleto grupo de bicampeões da Sul-Americana. O quinteto do Athletico só está atrás do lateral-esquerdo Morel Rodríguez, campeão em 2002 pelo San Lorenzo e em 2004 e 2005 pelo Boca Juniors.

Com o bicampeonato da Sul-Americana, eles aumentaram a coleção de medalhas conquistadas pelo Athletico. Santos, Márcio Azevedo e Nikão também ganharam a Copa do Brasil de 2019, a J.League/Conmebol de 2019 e o Campeonato Paranaense de 2020. Thiago Heleno e Zé Ivaldo ficaram de fora dos títulos de 2019: o ‘General’ cumpria suspensão por doping e o companheiro de posição estava emprestado para o Vitória.

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="804841" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]