Athletico vence o Fortaleza com tranquilidade na estreia do Brasileirão 2020

Vinicius Cordeiro

athletico fortaleza brasileirão

O Athletico Paranaense venceu o Fortaleza por 2 a 0 na primeira partida do Brasileirão 2020. Vitinho e Léo Cittadini anotaram os gols rubro-negros na Arena Costelão ainda no primeiro tempo. Na etapa final, o zagueiro Quintero tomou o cartão vermelho após agredir Nikão e praticamente deixou os donos da casa sem poder de reação.

O triunfo conquistado pelo Furacão não foi apenas fora de casa, mas também com grande parte do time poupado. Do time que conquistou o título do Campeonato Paranaense, apenas três jogadores – Nikão, Cittadini e Abner – permaneceram no time titular.

Com o resultado, o Athletico aparece na liderança do Brasíleirão. Entretanto, outros cinco jogos completam a primeira rodada e vão mudar a configuração da classificação.

Agora o Athletico se prepara agora para enfrentar o Goiás. O duelo está marcado para a próxima quarta-feira (12), às 19h15, na Arena da Baixada. Já Fortaleza entra em campo na quinta-feira (13), às 19h15, contra o São Paulo no Morumbi.

ATHLETICO BATE FORTALEZA SEM DIFICULDADES

Nikão teve mais uma ótima atuação. (Divulgação/Athletico)

O Athletico começou melhor e abriu o placar aos 21 minutos em uma falha da defesa do Fortaleza. Nikão acionou Jonathan, que cruzou na área e viu a bola passar por todos os defensores e chegar até Vitinho, na segunda trave, completar para o fundo da redes. Foi o quinto gol do atacante com a camisa rubro-negra.

Antes, nos minutos iniciais, o Furacão já tinha chego com perigo em uma falha do goleiro Felipe Alves. Ele saiu errado e Vitinho tocou para Mingotti, mas o camisa 1 se recuperou e ganhou a dividida.

O Fortaleza chegou perto de empatar, mas Jandrei fez boa defesa no chute de Wellington Paulista. Já aos 47 minutos, Nikão deu um belo passe para Mingotti, que tocou na saída de Felipe Alves e viu Cittadini completar para o fundo das redes.

Na etapa final, o jogo ficou morno até os 22 minutos. Nikão disputou a bola, mas irritou Quintero e sofreu uma agressão do defensor. O árbitro Braulio da Silva Machado, perto do lance, não titubeou e aplicou o cartão vermelho. Na cobrança da falta, Nikão soltou uma pancada e obrigou o goleiro a fazer boa defesa.

No último lance, Lucho González desperdiçou a chance de marcar o terceiro e chutou pela linha de fundo.

Previous ArticleNext Article