Athletico bate o Palmeiras com time misto e assume vice-liderança da Série A

Com gols de Vitor Roque e Vitor Bueno, o Athletico venceu fora de casa e assumiu a vice-liderança do Brasileirão 2022.

Vinicius Cordeiro - 02 de julho de 2022, 22:56

(Foto: José Tramontin/athletico.com.br)
(Foto: José Tramontin/athletico.com.br)

Fora de casa, o Athletico venceu os titulares Palmeiras por 2 a 0 e ampliou a série para 13 jogos de invencibilidade e chegou à quinta vitória seguida sob o comando de Felipão.

Com gols do atacante Vitor Roque e do meia Vitor Bueno, em cobrança de pênalti, o Furacão chegou à vice-liderança do Brasileirão 2022

O duelo, válido pela 15ª rodada, aconteceu no Allianz Parque, em São Paulo.

OLHO NA LIBERTADORES

A vitória dá ainda mais confiança ao Furacão, que busca a classificação para às quartas de final da Libertadores contra o Libertad. Por isso que a estratégia foi poupar alguns titulares, como o lateral-direito Khellven, o meia David Terans e o atacante Cuello.

Após vencer por 2 a 1 em Curitiba, o clube paranaense tem a vantagem do empate no duelo da volta, marcado para a próxima terça-feira (5), às 21h30, no estádio Defensores Del Chaco. 

Já o atual bicampeão continental mira o título do Campeonato Brasileiro, mas sofreu hoje a segunda derrota como mandante. A primeira havia sido na primeira rodada, diante do Ceará. E detalhe: a equipe de Abel Ferreira não perdia desde então.

Na Libertadores, a equipe recebe o Cerro Porteño após ter construído a vantagem por 3 a 0 no Paraguai. O jogo de volta acontece na quarta (6), às 19h15, no Allianz.

ATHLETICO É MELHOR EM CAMPO 

Muito bem organizado, o Furacão dominou boa parte dos duelos e foi favorecido com a pontaria ruim dos paulistas. O Palmeiras arriscou 13 finalizações no primeiro tempo, mas todas pela linha de fundo.

A direção ao alvo melhorou no segundo tempo, mas Bento foi bem quando exigido. Além disso, o Palmeiras perdeu grandes chances na reta final da partida, quando o Furacão já tinha a vantagem de dois gols e recuou. 

Nos últimos minutos, Terans (que saiu do banco de reservas) foi derrubado por Gabriel Menino antes de sair na cara do gol. O volante palmeirense foi expulso e tranquilizou de vez o ambiente. 

OS GOLS

O gol que abriu o placar saiu aos 35 minutos: Abner cruzou da esquerda, Rômulo ajeitou e Vitor Roque completou para o fundo das redes.

Na etapa final, o VAR entrou em ação e flagrou o toque no braço de Piquerez dentro da área. Vitor Bueno assumiu a responsabilidade e deslocou Weverton para definir o marcador.

TABELA: FURACÃO ENCOSTA NO LÍDER PALMEIRAS

Com o resultado, o Athletico chega aos mesmos 27 pontos do Atlético-MG e supera os mineiros por causa do número de vitórias (8 contra 7). 

O Palmeiras fica estacionado com 29 pontos, ou seja, a vantagem de cinco pontos diminuiu para dois com o duelo direto pela ponta da tabela.

Pelo Brasileirão, as duas equipes voltam a campo no próximo fim de semana. 

O Athletico visita o Goiás no sábado (9), às 20h30, no estádio Serrinha, em Goiânia. Já no domingo (10), às 18h, o Palmeiras encara o Fortaleza na Arena Castelão.

FICHA TÉCNICA - PALMEIRAS 0 x 2 ATHLETICO

Data, horário e local: sábado (02), às 21h, no Allianz Parque, em São Paulo (SP).

Renda e público: R$ 2.320.330,60 e 39.192 pessoas.

Gols: Vitor Roque e Vitor Bueno.

Cartões amarelos: Pedro Henrique e Abner (CAP).

Cartão vermelho: Gabriel Menino.

Palmeiras: Weverton; Mayke (Gustavo Garcia), Gómez, Murilo e Piquerez; Danilo (Gabriel Menino) e Zé Rafael (Gabriel Verón); Gustavo Scarpa, Raphael Veiga (Atuesta) e Dudu; e Rony (Rafael Navarro). Técnico: Abel Ferreira. 

Athletico: Bento; Orejuela, Pedro Henrique, Matheus Felipe e Abner; Hugo Moura (Leo Cittadini), Erick e Vitor Bueno (Christian); Canobbio (Pedrinho), Rômulo e Vitor Roque. Técnico: Felipão. 

Arbitragem: Braulio da Silva Machado (SC) foi auxiliado por Alex dos Santos (SC) e Thiaggo Americano Labes (SC).