Athletico vence o Cuiabá e praticamente se livra do rebaixamento; veja o gol

O Athletico teve trabalho, mas venceu o confronto direto com o Cuiabá por 1 a 0 e praticamente se livrou do risco de reb..

Pedro Melo - 03 de dezembro de 2021, 20:59

(Ernani Ogata)
(Ernani Ogata)

O Athletico teve trabalho, mas venceu o confronto direto com o Cuiabá por 1 a 0 e praticamente se livrou do risco de rebaixamento para a Série B. O único gol da partida foi marcado pelo atacante Pedro Rocha, que aproveitou a sobra dentro da área e marcou já no segundo tempo.

Com o resultado, o Rubro-Negro sobe para 45 pontos, na 12ª colocação, cinco a mais que o Bahia, primeiro time na zona de rebaixamento. Para não depender de nenhum outro resultado, o Furacão precisa apenas de um ponto nas últimas rodadas.

Porém, o Athletico pode entrar em campo na penúltima já garantido na primeira divisão. O Bahia, 17º colocado, joga no domingo contra o Fluminense e se tropeçar, não alcança mais o Rubro-Negro.

A próxima partida do Furacão é contra os reservas do Palmeiras, na segunda-feira (06), às 19h, novamente na Arena da Baixada.

ATHLETICO FURA RETRANCA DO CUIABÁ E GARANTE VITÓRIA NO CONFRONTO DIRETO

Precisando da vitória, o Athletico começou a partida todo no ataque, mas encontrou dificuldades para furar a retranca do Cuiabá. Com mais de 70% de posse de bola, o Rubro-Negro ficou próximo do gol adversário, porém, pouco assustou o goleiro Walter. O grande momento foi aos 44 minutos, quando Pedro Henrique quase marcou de cabeça.

Do outro lado, o Cuiabá ainda conseguiu levar perigo e criou a melhor chance do primeiro tempo. Aos 30 minutos, Pepê cruzou na área, Jenison apareceu livre de marcação e cabeceou para grande defesa do goleiro Santos.

O técnico Alberto Valentim abriu mão do esquema com três zagueiros no intervalo e colocou o centroavante Guilherme Bissoli no lugar de Nicolas Hernández. E com a nova formação, o Furacão levou um susto logo no primeiro minuto. Jenison subiu mais alto que a defesa e mandou de cabeça muito perto da trave.

Após o susto inicial, o Rubro-Negro rapidamente tomou conta da partida e quase marcou com Nikão aos 12. Porém, no minuto seguinte, o Furacão conseguiu passar pela defesa do Cuiabá. Nikão levantou na área, Walter deu rebote e Pedro Rocha, com tranquilidade, mandou a bola para o fundo das redes.

O gol deu maior tranquilidade para o Athletico, que voltou para o esquema com três zagueiros para reforçar o sistema defensivo. Já nos acréscimos, o Furacão quase ampliou a vantagem. Abner recebeu livre no lado esquerdo e cruzou na pequena área. O zagueiro Paulão chegou mais rápido e evitou a cabeçada de Nikão.

FICHA TÉCNICA – 35ª RODADA DO BRASILEIRÃO

Data, horário e local: sexta-feira (03), às 19h, na Arena da Baixada, em Curitiba (PR).

Athletico: Santos; Pedro Henrique, Thiago Heleno e Nicolas Hernández (Guilherme Bissoli); Marcinho, Erick, Léo Cittadini  (Fernando Canesin) e Abner; Nikão, Pedro Rocha (Zé Ivaldo) e David Terans (Pedrinho). Técnico: Alberto Valentim.

Cuiabá: Walter; João Lucas, Paulão, Marllon (Uillian Correia) e Uendel; Camilo, Pepê (Yesus Cabrera) e Rafael Gava (Yuri Lima); Max (Clayson), Felipe Marques e Jenison (Élton). Técnico: Jorginho.

Gol: Pedro Rocha (CAP), aos 13' do segundo tempo.

Cartões amarelos: Nicolas Hernández, David Terans e Zé Ivaldo (CAP); Walter, Marllon, João Lucas, Rafael Gava, Clayson e Elton (CUI).

Cartão vermelho: Clayson (CUI).

Público e renda: 18.795 pessoas/R$ 328.570,00.

Arbitragem: Braulio da Silva Machado (SC), auxiliado por Éder Alexandre (SC) e Thiaggo Americano Labbes (SC). O árbitro de vídeo é Rodrigo Dalonso Ferreira (SC).