Atlético goleia o Coritiba e coloca a mão na taça

Fernando Garcel


O Atlético deu um grande passo para a conquista do título de campeão paranaense ao golear o Coritiba por 3 a 0, na tarde de domingo (1º), na Arena da Baixada, em Curitiba (PR). Com a vantagem conquistada o time Rubro-Negro pode perder por até dois gols de diferença que ainda assim levará o caneco. Os gols foram marcados por Thiago Heleno, aos oito minutos, Ewandro, aos 19 e Hernani, aos 24 minutos do segundo tempo.

O clássico começou muito disputado, mas com o passar do tempo apenas o Atlético comandava as ações e demonstrava mais vontade de chegar ao gol. A melhor chance de gol no primeiro tempo surgiu com Walter, aos 31, mas Ellison evitou o gol.

No começo do segundo tempo, o Rubro-Negro foi mais competente na armação e em uma jogada que surpreendeu a defesa Coxa, Nikão tocou para Léo que cruzou para uma cabeçada certeira de Thiago Heleno.

O gol desestabilizou o Coxa, que ainda perdeu o zagueiro Luccas Claro. Em um rápido contra-ataque, Ewandro aproveitou vacilo da zaga e ampliou. Aos 24, Hernani cobrou falta com perfeição e fechou o placar.

Aos 30, o Atletico ainda perdeu o meia Hernani, expulso por falta por trás contra Reginaldo, mas o time do Alto da Glória já não mostrava condição de recuperação.

FICHA TÉCNICA
ATLÉTICO 3X0 CORITIBA

Local: Arena da Baixada, em Curitiba.
Horário: 16 horas
Árbitro: Rafael Traci (PR)
Assistentes: Ivan Carlos Bohn (PR) e Jefferson Cleiton Piva da Silva (PR)
Público: 26.357 pagantes/29.074 presentes

Atlético: Weverton; Léo (Cleberson), Paulo André, Thiago Heleno (Christian Vilches), Sidcley; Deivid, Hernani e Pablo; Nikão, Ewandro (Jadson) e Walter. Técnico: Paulo Autuori

Coritiba: Elisson; Reginaldo, Luccas Claro (Walisson Maia), Juninho e Carlinhos; Alan Santos, João Paulo, Thiago Lopes (Ruy) e Vinícius (Leandro); Negueba e Kleber. Técnico: Gilson Kleina

Cartões amarelos: Deivid, Paulo André, Christian Vilches, Hernani, Weverton, Vinícius e João Paulo
Cartão vermelho: Hernani
Gols: Thiago Heleno, aos oito, Ewandro, aos 19 e Hernani (CAP), aos 24 do segundo tempo

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="355370" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]