Atlético-MG empata com Chapecoense e pode ver vantagem na liderança diminuir

Jorge de Sousa

Atlético-MG empata com Chapecoense e pode ver vantagem na liderança diminuir

Atlético-MG e Chapecoense empataram em 1 a 1 na noite desta quarta-feira (6) e o Galo pode ver diminuir a vantagem na liderança do Campeonato Brasileiro.

Borrero e Eduardo Sasha (Atlético-MG), além de Geuvânio e Mike (Chapecoense) marcaram os gols na Arena Condá, em Chapecó.

O empate deixou o Atlético-MG com 50 pontos, 11 acima do Palmeiras e 12 na frente do Flamengo. Ambos os times entram em campo ainda nesta rodada, sendo que a equipe carioca ainda tem mais um jogo a cumprir.

As duas equipes voltam a campo pelo Campeonato Brasileiro neste fim de semana. O Atlético-MG recebe o Ceará no sábado (9), enquanto a Chapecoense visita o Internacional no domingo (10).

ATLÉTICO-MG SOFRE NO GRAMADO MOLHADO EM CHAPECÓ

A primeira chance de perigo da partida foi criada aos cinco minutos. Hulk bateu falta da intermediária, a bola quicou no gramado molhado e Keiller fez a defesa.

O Atlético-MG conseguiu abrir o placar aos 18 minutos. Nacho Fernández bateu escanteio da esquerda, Busanello não conseguiu cortar e Borrero finalizou cruzado para balançar as redes.

Aos 27 minutos, Busanello cruzou da esquerda, Geuvânio completou a jogada no segundo poste e Everson conseguiu espalmar. Mas após revisão no VAR, foi constatado que a bola ultrapassou a linha e confirmou gol para a Chapecoense.

A Chapecoense chegou duas vezes com a bola alta no início da segunda etapa. Aos sete minutos, Busanello bateu escanteio da esquerda e Jordan testou por cima da meta.

Aos nove minutos, Busanello novamente alçou bola da esquerda e Jordan apareceu novamente na área, mas testou mais uma vez acima do travessão.

O Atlético-MG respondeu aos 11 minutos. Hulk encontrou Nacho Fernández na área, mas no momento da finalização Ignacio conseguiu o corte e Keiller ficou com a bola.

Nacho Fernández voltou a ter boa chance aos 17 minutos. O meia recebeu na entrada da área e tentou a finalização colocada, mas mandou a bola por cima do gol.

Aos 22 minutos, Rodriguinho recebeu na entrada da área e finalizou firme, com a bola explodindo no braço aberto de Nathan Silva. Pênalti para a Chapecoense, convertido por Mike no canto esquerdo.

Keiller evitou o empate do Atlético-MG aos 30 minutos. Nacho Fernández bateu escanteio da direita, a zaga da Chapecoense não conseguiu cortar e Dodô finalizou rasteiro para grande defesa do goleiro no canto esquerdo.

Eduardo Sasha empatou o jogo aos 37 minutos. Calebe cruzou da esquerda e o atacante apareceu livre na área, testando no contrapé de Keiller.

Anselmo Ramon perdeu grande chance para dar a vitória para a Chapecoense aos 50 minutos. O centroavante disparou sozinho pela faixa central, mas na hora de servir Mike, se atrapalhou com a bola e estragou o contra-ataque.

Hulk ainda teve a última chance da partida. Aos 52 minutos, Hyoran cruzou da esquerda e o atacante completou no segundo poste, mas por cima da meta.

LEIA MAIS: Prefeitura de Curitiba flexibiliza, e Athletico e Coritiba podem receber 20 mil torcedores

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="794984" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]