Atlético-MG vence Grêmio e abre dez pontos na liderança do Campeonato Brasileiro

Jorge de Sousa

Atlético-MG vence Grêmio e abre dez pontos na liderança do Campeonato Brasileiro

O Atlético-MG venceu o Grêmio por 2 a 1 na noite desta quarta-feira (3) e abriu dez pontos de vantagem na liderança do Campeonato Brasileiro.

Zaracho e Vargas (de pênalti) marcaram os gols da vitória do Atlético-MG no Mineirão, em Belo Horizonte. Campaz balançou as redes pelo Grêmio.

A vitória deixou o Atlético-MG com 62 pontos, dez acima do vice-líder Palmeiras e 12 do terceiro colocado Flamengo – que tem dois jogos a menos que o Galo no Campeonato Brasileiro.

Já o Grêmio segue em situação delicada no Campeonato Brasileiro. A equipe soma apenas 26 pontos em 28 jogos, sete abaixo do 16º colocado Bahia.

As duas equipes voltam a campo pelo Campeonato Brasileiro neste fim de semana. O Grêmio tem clássico contra o Internacional, no Beira-Rio, às 19h do sábado (6) e o Atlético-MG recebe o América-MG, no Mineirão, às 16h de domingo (7).

ATLÉTICO-MG VENCE GRÊMIO EM DUELO EQUILIBRADO NO MINEIRÃO

O Grêmio teve um gol anulado logo aos dois minutos de jogo. Borja finalizou cruzado no poste esquerdo, Douglas Costa pegou o rebote e serviu o centroavante, que finalizou para as redes. Após revisão no VAR foi confirmado impedimento do colombiano na jogada.

Borja teve nova chance para abrir o placar aos nove minutos. Lucas Silva encontrou o centroavante na área, que cara a cara com Everson finalizou para fora.

Mais uma chance de Borja aos dez minutos. O centroavante arriscou finalização da entrada da área e carimbou o travessão de Everson.

Só que foi o Atlético-MG que abriu o placar aos 11 minutos. Diego Costa foi acionado na área, fez o pivô para Zaracho e o venezuelano bateu cruzado para vencer Gabriel Chapecó.

O Grêmio voltou a levar perigo aos 49 minutos. Douglas Costa bateu escanteio da esquerda e Borja testou firme, mas a direita da meta.

O empate do Grêmio chegou aos dez minutos do segundo tempo. Borja recebeu na área, fez o pivô e Campaz finalizou firme no canto esquerdo para balançar as redes.

Só que aos 26 minutos, Nacho Fernández bateu falta da entrada da área e a bola explodiu no cotovelo de Campaz. Após revisão no VAR, Luiz Flávio de Oliveira confirmou a penalidade para o Atlético-MG.

Vargas foi para a cobrança e bateu rasteio no canto direito, sem chance para a defesa de Gabriel Chapecó.

LEIA MAIS: Athletico marca assembleia para votar mudança para clube-empresa

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="801170" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]