Atlético-MG vence River Plate e decide vaga em casa na Libertadores

Jorge de Sousa

Atlético-MG vence River Plate e decide vaga em casa na Libertadores

O Atlético-MG venceu o River Plate por 1 a 0 na noite desta quarta-feira (11) e conseguiu levar vantagem para o duelo de volta por uma vaga nas semifinais da Copa Libertadores da América.

Nacho Fernández marcou o único gol do duelo no Monumental de Núñez, em Buenos Aires, na Argentina sem presença de público devido a pandemia da Covid-19.

O confronto de volta será realizado na próxima quarta-feira (18), às 21h30, no Mineirão. O Atlético-MG garante a vaga nas semifinais com qualquer empate, enquanto o River Plate precisa vencer por um gol de diferença com dois gols anotados ao menos para ficar com a classificação.

Quem avançar nesse confronto irá encarar nas semifinais da Libertadores o vencedor do confronto entre Palmeiras e São Paulo, que empataram por 1 a 1 no confronto de ida.

NACHO APLICA ‘LEI DO EX’ PARA DAR VITÓRIA AO ATLÉTICO-MG

A primeira chegada de perigo foi do River Plate aos sete minutos. Carrascal recebeu na entrada da área, limpou a marcação na entrada da área e finalizou a esquerda da meta.

Nova chance do River Plate aos 23 minutos. Anglieri avançou pela esquerda e de média distância finalizou direto no travessão de Everson.

Nathan evitou o primeiro gol do River Plate aos 30 minutos. Anglieri bateu escanteio e a bola ficou limpa para David Martínez finalizar, com a bola acertando o meia antes de sair rente ao poste esquerdo.

Everson apareceu pela primeira vez aos 31 minutos. Novamente Anglieri cruzou da esquerda e Braian Romero testou firme para o goleiro defender no canto direito.

O Atlético-MG conseguiu chegar pela primeira vez com perigo aos 36 minutos. Mariano acionou Vargas na área, o chileno errou o domínio, mas a bola sobrou para Zaracho finalizar rasteiro – rente ao poste esquerdo.

A resposta do River Plate veio aos 43 minutos. Carrascal encontrou Álvarez na área e o meia finalizou cruzado para Everson fazer bela defesa no canto direito.

Armani salvou o River Plate no primeiro minuto do segundo tempo. Guilherme Arana cruzou da esquerda e Vargas resvalou de cabeça para o goleiro defender encima da linha de gol.

Braian Romero teve nova chance aos 11 minutos. O centroavante foi acionado na área, girou sobre a marcação e finalizou para Everson espalmar.

O Atlético-MG conseguiu abrir o placar aos 12 minutos. Zaracho cruzou da direita, Hulk ajeitou de cabeça e Nacho Fernández finalizou cruzado para vencer Armani.

Allan quase marcou um golaço no Monumental de Núñez aos 22 minutos. O volante viu Armani adiantado e da intermediária finalizou por cobertura, carimbando o travessão.

O jogo ficou complicado para o Atlético-MG aos 35 minutos. Em dividida perto da risca lateral da área, Nacho Fernández entrou de sola na coxa de Anglieri e após revisão no VAR, o árbitro Jesus Valenzuela expulsou o meia argentino.

Everson voltou a salvar o Atlético-MG aos 39 minutos. Enzo Pérez bateu falta lateral direto para a meta e o goleiro defendeu a bola junto ao canto direito.

LEIA MAIS: Cartola FC: Dicas para bons e baratos na 16ª rodada do Brasileiro

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="782537" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]