Atlético-MG consegue virada emocionante e vence a primeira na Libertadores

Vinicius Cordeiro


Em uma virada emocionante, o Atlético Mineiro venceu o Zamora por 3 a 2 nesta quarta-feira (3) e conquistou o primeiro triunfo do clube na Libertadores 2019.

O Galo saiu perdendo por 2 a 0, com gols de Gallardo e Paiva, mas conseguiu o triunfo no segundo tempo com os gols de Maicon Bolt, Vinicius e Fábio Santos, de pênalti.

40.857 torcedores estiveram no Mineirão para acompanhar a partida.

>>> Veja os três gols de Marco Rúben na vitória do Athletico sobre o Boca

>>> Palmeiras perde para San Lorenzo e deixa a liderança do Grupo F; veja o gol

Os mineiros conquistaram os primeiros três pontos no torneio e subiram para a terceira posição, ultrapassando os próprios peruanos. O Cerro Porteño, que venceu o Nacional ontem (2) por 1 a 0, lidera a chave com 9 pontos, enquanto os uruguaios ficam com seis.

Na próxima rodada, o Atlético-MG visita o Cerro Porteño no Paraguai, enquanto o Nacional recebe o Zamora em Montevidéu.

“É incrível como o futebol nos proporciona esse tipo de coisa. Foi uma vitória da entrega e da comemoração. Temos sofrido nos últimos meses, tem que ter personalidade. Tomara que daqui para frente só possa ter elogios”, falou o lateral Fábio Santos, que foi vaiado no primeiro tempo e que acabou fazendo o gol da vitória.

Veja os gols do Galo:

O jogo

O Atlético Mineiro teve um primeiro tempo apático. O Zamora, que nunca conquistou um ponto como visitante na Libertadores, saiu na frente com Gallardo, de cabeça, após o cruzamento de Jader Maza aos 17 minutos.

O segundo saiu nos acréscimos. A defesa alvinegra parou na jogada pedindo impedimento e Óscar Hernández saiu na cara do goleiro Victor. Guillermo Paiva acompanhou o lance e recebeu com o gol livre para ampliar. Na saída do intervalo, a torcida atleticana vaiou a equipe.

Mesmo com o placar adverso, o técnico Levir Culpi não fez nenhuma mudança no Atlético, mas o time voltou mais ligado na partida. Aos seis minutos, Guga acionou Luan na linha de fundo e o camisa 5 cruzou para Maicon ‘Bolt’ descontar de cabeça.

A torcida passou a acreditar e o Galo aumentou a pressão. Aos 15 minutos, José Welisson acertou um petardo e a bola carimbou o travessão. Ele e Elias acabaram saindo oito minutos mais tarde para as entradas de Nathan e Vinícius, que mudaram o cenário da partida.

Os donos da casa passaram a ter mais domínio do jogo até que Ricardo Oliveira soltou uma pancada com o pé esquerdo e o próprio Vinícius desviou a bola para igualar o marcador. Em busca da virada, o trabalho ficou ainda mais fácil com a expulsão de Hernández, depois de ter tomado o segundo cartão amarelo.

Aos 34, Ricardo Oliveira tentou cortar o zagueiro e o defensor usou o braço para impedir a passagem da bola. Fábio Santos, vaiado na etapa inicial, foi para a cobrança e deslocou o goleiro para fazer o Galo reagir no torneio continental.

Fábio Santos comemora o gol da virada. Foto: Bruno Cantini / Atlético

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="608469" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]