Atlético não sai do zero contra a Chape na Copa do Brasil

Redação


O Atlético não conseguiu sair do zero a zero contra a Chapecoense pela terceira fase da Copa do Brasil. A partida foi muito movimentada e as duas equipes mostraram mais inspiração do que técnica. No segundo tempo o Atlético perdeu Nikão com uma contusão na virilha. O time sentiu a saída do meia-atacante e pouco criava, além disso, a Chapecoense  passou a avançar mais seus laterais e a criar mais chances.

A exemplo do Vitória no final de semana, – que também aplicou pressão sobre o Atlético no segundo tempo – a Chape teve ao menos três boas chances para marcar o gol, mas que pararam nas mãos do goleiro Wéverton.

“Nosso time brigou, lutou, mas infelizmente não marcamos os gols. Vamos precisar jogar mais para vencermos”, avaliou Walter.

Com o placar igual, a classificação será definida na próxima semana, quarta-feira (27), a partir das 19h30. Um novo empate sem gols leva a decisão para os pênaltis e qualquer igualdade com gols classifica o Atlético.

Local: Arena da Baixada, em Curitiba.
Público e renda: 22.181 pagantes – R$ 479.740,00
Árbitro: Grazziani Maciel Rocha (RJ).
Cartão amarelo: Léo

Atlético: Weverton; Léo, Paulo André, Thiago Heleno e Sidcley; Otávio, Hernani, Juninho [Nikão (André Lima)], Vinícius (Giovanny) e Pablo; Walter. Técnico: Paulo Autuori.

Chapecoense: Danilo; Gimenez; Rafael Lima, Willian Thiego e Sérgio Manoel; Josimar, Gil, Matheus Biteco e Lucas Gomes (Ananias); Martinuccio (Hyoran) e Bruno Rangel (Kempes). Técnico: Caio Júnior.

 

Previous ArticleNext Article