Atlético-PR coloca fim a jejum e é campeão na casa do Coritiba

Redação


Com gols de Walter, aos 29, e Ewandro, aos 50 minutos do primeiro tempo, o Atlético-PR bateu o Coritiba por 2 a 0 no Estádio Couto Pereira, em Curitiba (PR), e conquistou o Campeonato Paranaense. O Rubro-Negro entrou em campo com uma larga vantagem de três gols e poderia perder por até dois gols de diferença.

Desfalcado em seu setor de criação, com Juan e Dudu lesionados, além do ala-direito Ceará. O Coritiba bem que tentou, criou duas chances claras de gols, mas que foram desperdiçadas pelo atacante Leandro, sendo uma dentro da pequena área, que o atacante mandou para fora.

Com o passar do tempo, o Rubro-Negro equilibrou as ações e o Coritiba, que abria espaços no meio de sua defesa, começou a ser ameaçado com perigo.

Aos 29 minutos, Walter, que não marcava havia seis meses, aproveitou uma rebatida do goleiro Ellison e abriu o placar. O Coritiba sentiu o gol e o Atlético cresceu ainda mais. Já nos acréscimos do primeiro tempo, aos 50, Ewandro completou para o gol uma excelente jogada de Walter pela esquerda.

O Coxa voltou para o segundo tempo com a obrigação de marcar cinco gols, mas não demonstrava força ofensiva. Ortega entrou na vaga do fraco Leandro, mas também não conseguia chegar com qualidade ao gol atleticano.

Bem postado em sua defesa, o Rubro-Negro segurou mais o ímpeto ofensivo do primeiro tempo, anulou o atacante Kléber, e ainda viu o atacante Walter, que não marcava havia seis meses, sair homenageado pela torcida, após marcar o primeiro gol do título.

 

FICHA TÉCNICA
CORITIBA X ATLÉTICO 

Local: Estádio Couto Pereira, em Curitiba
Data: 08-05-2016
Horário: 16 horas
Árbitro: Edivaldo Elias da Silva (PR)
Assistentes: Bruno Boschilia (PR) e Jefferson Cleiton Piva da Silva (PR)

Coritiba: Elisson; Reginaldo (Thiago Lopes), Luccas Claro, Juninho e Carlinhos; Alan Santos, João Paulo, Negueba (Vinícius) e Ruy; Leandro (Ortega) e Kleber. Técnico: Gilson Kleina.

Atlético: Wéverton; Léo (Eduardo), Thiago Heleno, Paulo André e Sidcley; Otávio, Jadson e Pablo; Ewandro (Marcos Guilherme), Nikão; Walter (André Lima). Técnico: Paulo Autuori.

Cartões amarelos: Alan Santos, Léo, Vinícius, Wéverton, Otávio e Nikão

Gols: Walter, aos 29 e Ewandro, aos 50 minutos do primeiro tempo

Previous ArticleNext Article