Atlético-PR domina o Flamengo e dá passo importante para sair da ZR

Francielly Azevedo


O Atlético-PR teve uma atuação de gala na manhã deste domingo (19). Jogando em casa, na Arena da Baixada, o rubro-negro paranaense não se deixou amedrontar ao enfrentar o vice-líder do Campeonato Brasileiro. Com postura firme, venceu o Flamengo, por 3 a 0, no duelo válido pela 19ª rodada da competição (última do primeiro turno). A vitória não tirou o time da zona de rebaixamento, mas foi um passo importante para equipe escapar da degola nas próximas rodadas.

O rubro-negro fez um primeiro tempo com menos posse de bola (32%), mas mais efetividade nas conclusões. Do outro lado, o Flamengo até ensaiou uma pressão. Mas não adiantou e não demorou muito para as redes balançarem em favor dos paranaenses.

Aos nove, Marcinho cobrou uma falta rasteira da esquerda. Livre, Pablo apareceu para desviar, matando o goleiro César.

Pouco depois, o Flamengo respondeu. Rodinei tentou de fora da área, mas Santos espalmou. No rebote, Vitinho à queima-roupa chutou e o goleiro rapidamente fez belíssima defesa.

Aos 16, o Atlético-PR ampliou. Pablo recebeu livre na área e da esquerda cruzou rasteiro. Nikão desviou, só que César defendeu. Raphael Veiga ficou com o rebote e ampliou a vantagem do Furacão.

Apenas quatro minutos depois o terceiro gol. Veiga cobrou escanteio e Zé Ivaldo subiu alto para cabecear para o fundo das redes.

Após o intervalo, o rubro-negro paranaense seguiu gostando do duelo. Com Raphael Veiga e Lucho assustou os visitantes. Mais tarde, Pablo também tentou novamente, mas César não deixou passar.

Quando o Flamengo chegava, com Rodinei e Vitinho, por exemplo, o goleiro Santos estava preparado para evitar os arremates.

A vida flamenguista não foi fácil, fazendo um jogo sonolento, passou outros apuros. Aos 23, Paquetá perdeu a bola na meia-cancha. No contra-ataque, após cruzamento, Nikão dominou, encheu o pé, mas carimbou a trave. Aos 29, Marcinho cobrou falta, a bola parecia certeira, porém passou perto e não entrou.

As duas equipes seguiram tentando. Os atleticanos com mais perigo. Aos 38, Plata recebeu e fez o cruzamento. A bola desviou em Léo Duarte e bateu na trave.

O Flamengo tentou uma pressão para diminuir a diferença nos minutos finais. Mas as três tentativas pararam na bela atuação do goleiro Santos.

COMO FICA

Com o resultado, o Flamengo desce para 3ª posição, com 37 pontos. Enquanto o Atlético-PR ainda não deixa a zona de rebaixamento, soma 18 pontos, na 18ª posição. Apenas um ponto de distância do Vasco, primeiro fora da degola.

Na próxima rodada, na quarta-feira (22), o Furacão enfrenta a Chapecoense, na Arena Condá, às 19h30 (de Brasília). Já os cariocas voltam a campo na quinta-feira (23), às 19h30, no Maracanã, contra o Vitória.

TORCIDA ÚNICA

Embora o duelo estivesse com a regra da torcida única. Os torcedores do Flamengo, sem o uniforme do time, compraram ingressos e se reuniram no setor Coronel Dulcídio. Cantaram, empurraram o time, sem grandes ocorrências.

 

Previous ArticleNext Article
Avatar
Jornalista, formada pela Universidade Tuiuti do Paraná. Tem passagens pela TV Educativa, TV Assembleia, TV Transamérica, CATVE, Rádio Iguassu e Folha de Londrina. Atualmente trabalha no Paraná Portal e na Rádio CBN.