Atlético-PR é julgado nesta sexta-feira por camiseta com mensagem política

Francielly Azevedo


O Atlético-PR será julgado, na manhã desta sexta-feira (19), pela Quinta Comissão Disciplinar do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) por causa da ação do clube na partida contra o América-MG antes do primeiro turno das eleições. O julgamento acontece após denúncia da Procuradoria da Justiça Desportiva por realizar ação sem a autorização da Confederação Brasileira de Futebol (CBF). O rubro-negro corre risco de receber multa de até R$ 100 mil.

Na ocasião, os atletas do Atlético-PR entraram em campo com uma camisa amarela e a frase “Vamos todos juntos por amor ao Brasil”. O ato repercutiu nas redes sociais como atitude política em alusão ao candidato à presidência da República Jair Bolsonaro (PSL), mesmo sem a citação nominal do presidenciável.

A ação foi registrada em súmula pelo árbitro Raphael Claus. “Informo que a equipe do atlético paranaense, adentrou ao campo de jogo para o hino nacional, com uma camisa de cor amarela por cima da camisa de jogo com os seguintes dizeres “# vamos todos juntos por amor ao Brasil”, escreveu o árbitro.

Conforme o STJD, um dia antes da partida, o Atlético-PR enviou oficio para a o Departamento de Competições da CBF às 16h21 solicitando autorização para realizar a ação, mas o artigo 98 do RGC/2018 destaca que as

Para a Procuradoria o Atlético/PR cometeu infração ao descumprir o regulamento da competição e deve ser penalizado com base no artigo 191, inciso III do Código Brasileiro de Justiça Desportiva. A pena varia de R$ 100 a R$ 100 mil.

Ainda na denúncia, a Procuradoria fez constar que “não vislumbrou infração disciplinar pelo “Ato Político” por ausência de amparo legal/regulamentar para tanto, porém há de se destacar que a atitude do denunciado de forma DOLOSA em violar uma regra de suma importância para a competição com esse fim, deve ser levado em consideração para efeitos de dosimetria da pena”.

PETRAGLIA APOIA BOLSONARO

Na semana do jogo, o presidente do Conselho Deliberativo do clube, Mário Celso Petraglia, manifestou apoio a Jair Bolsonaro.

COLEÇÃO DE JULGAMENTOS 

O Atlético-PR já foi julgado e punido por outra ação extra-campo após o goleiro Santos utilizar um celular em uma campanha referente ao maio amarelo, mês de conscientização sobre acidentes no trânsito. Em julho, o clube foi multado em R$ 50 mil e o arqueiro foi suspenso por uma partida.

 

Previous ArticleNext Article
Jornalista, formada pela Universidade Tuiuti do Paraná. Tem passagens pela TV Educativa, TV Assembleia, TV Transamérica, CATVE, Rádio Iguassu e Folha de Londrina. Atualmente trabalha no Paraná Portal e na Rádio CBN.
[post_explorer post_id="563583" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]