Atlético-PR faz 2 a 0 no Coritiba e é campeão Paranaense

Roger Pereira


O Atlético é campeão paranaense. Mesmo colocando uma equipe de aspirantes para disputar a competição estadual, o rubro-negro, honrou a melhor campanha que vez durante todo o torneio e conquistou o título ao vencer o Coritiba por 2 a 0 neste domingo, na Arena da Baixada, revertendo o placar de 1 a 0 a favor do Coxa na partida de ida, no Couto Pereira.

O primeiro tempo foi todo do Atlético, que teve três chances claras de gol e só não abriu o placar antes graças a intervenções providenciais de Wilson e da defesa coxa-branca, duas vezes com a zaga salvando em cima da linha.

A primeira boa jogada foi aos 11 minutos, quando Léo Pereira avançou pela ponta esquerda e cruzou na área, Ederson apareceu para cabecear no segundo pau, por cima de Wilson, mas Thalisson Kelven salvou em cima da linha. No minuto seguinte, o Atlético chegou mais uma vez e, quem salvou foi Wilson, defendendo um chute de Deivid a queima-roupa, dentro da pequena área.

Aos 36 minutos, mais um milagre, Wilson fez a defesa no primeiro lance e a bola sobrou para João Pedro que finalizou no canto, mas Marcos Moser apareceu para salvar em cima da linha.

A insistência atleticana deu resultado no último lance da etapa inicial. Bruno Guimarães tabelou com Marcinho, invadiu a área, driblou o marcador e finalizou com força para fazer 1 a 0.

Mesmo igualando o placar agregado, o Atlético seguiu atacando mais na segunda etapa. E, aos 11 minutos, chegou ao segundo gol. Em grande jogada de ataque, a bola chegou na ponta esquerda para Renan Lodi, o lateral cruzou na medida para Ederson, meio que de calcanhar, fazer o gol do título.

Precisando de um gol, o Coritiba finalmente passou a buscar o ataque. Assustou em cobrança de falta da João Paulo, aos 20 minutos e teve sua melhor chance aos 21, quando Kleber ajeitou de cabeça para Pablo, mas ele finalizou por cima.

Mas o Atlético não demorou a voltar a controlar o jogo e segurar qualquer tentativa de pressão coxa-branca. E teve, nos contra-ataques, outras três boas chances de ampliar.

No último lance da partida, no entanto, o torcedor atleticano tremeu. Falta para o Coxa próxima à área, e Julio Rusch, autor do gol no Couto Pereira, foi para a cobrança. A bola passou raspando o travessão e o atleticano pode gritar É campeão!

Previous ArticleNext Article
Roger Pereira
Repórter do Paraná Portal