Atlético segura o Grêmio e traz um ponto de Porto Alegre

Roger Pereira


O Atlético suportou a pressão e segurou o empate em 0 a 0 na Arena do Grêmio, na noite deste domingo, no único confronto de duas equipes vindas de vitória pela segunda rodada do Campeonato Brasileiro. Dominado durante toda a partida, o Furacão criou pouco ofensivamente, mas mostrou solidez defensiva para não sofrer gols de um dos principais ataques do país.

O primeiro tempo foi todo do Grêmio. O time gaúcho envolveu o Atlético e ainda tirou proveito de alguns vacilos na saída de bola do Furacão, para criar, pelo menos sete chances reais de gol. Mas não converteu nenhuma.

A melhor delas foi logo aos 4 minutos. O Atlético errou a troca de passes no campo de defesa, entregando a posse para o Grêmio. Em dois toques, Luan já estava na cara do gol, mas chutou na trave. Luan teve mais outras três boas chances, esbarrando em Santos em uma delas e chutando a outras para fora.

O goleiro atleticano também brilhou em grande jogada de Maicon, que tabelou, entrou na área e bateu no cantinho, para grande defesa de Santos.

O Atlético só conseguiu ameaçar a defesa gremista no finalzinho da primeira etapa. Tocou a bola na intermediária, mas não conseguiu finalizar. Na grande chance, Pablo chegou na cara de Marcelo Grohe, aos 46 minutos, mas, na hora do chute, Geromel se recuperou e travou com um carrinho.

Na segunda etapa, o Atlético conseguiu equilibrar um pouco as ações, igualou a posse de bola e passou a chegar mais na área gremista. Aos 10 minutos, por exemplo, numa boa trama ofensiva rubro-negra, Guilherme teve a chance de abrir o placar, mas finalizou para fora.

O equilíbrio durou até os 27 minutos, quando Camacho fez falta por trás em Luan, recebeu o segundo amarelo, sendo expulso da partida. Fernando Diniz, então, colocou Zé Ivaldo no lugar de Guilherme e fechou mais o time, que voltou a sofrer pressão do adversário.

O maior volume gremista, ao contrário do primeiro tempo, não produziu tantas chances de gol. A melhor delas foi aos 32 minutos, quando, em bola cruzada na área, André Mergulhou para desviar para o gol, mas Santos fez firme defesa.

O Atlético chegou pela última vez aos 36’, com um chute de Carleto de fora da área, que Grohe bateu roupa, mas a zaga gaúcha afastou o perigo no rebote.

Os minutos finais foram de bola no campo de defesa atleticana, com abafa gremista, mas bem suportado pelo time paranaense, que traz um importante ponto de Porto Alegre.

Com o resultado, o Atlético é o vice-líder do campeonato Brasileiro, com 4 pontos, dois a menos que o Corinthians, a única equipe 100% após apenas duas rodadas. Com a mesma pontuação que o Furacão, o Grêmio é quarto pelo saldo de gols.

Previous ArticleNext Article
Roger Pereira
Repórter do Paraná Portal