Atlético toma virada e segue sem vencer fora

Parecia que ia ser neste domingo que o Furacão ia quebrar a série de derrotas fora de casa no Campeonato Brasileiro. A g..

Roger Pereira - 06 de novembro de 2016, 19:21

Parecia que ia ser neste domingo que o Furacão ia quebrar a série de derrotas fora de casa no Campeonato Brasileiro. A grande atuação de Pablo, no primeiro tempo, colocou o Atlético, de virada, na frente do ameaçado Vitória, no Barradão. Mas a série de erros na etapa final permitiu que a equipe baiana revirasse o placar, empurrada pela sua torcida.

A derrota por 3 a 2 só não foi pior porque Corinthians e Fluminense também perderam na rodada, o que manteve o Furacão na sexta posição, com 51 pontos, mas podendo ser alcançado pelo Grêmio, que joga na segunda-feira, contra o Sport. O Vitória, com o resultado, deixa a zona de rebaixamento, ultrapassando o Internacional.

O Vitória abriu o placar logo aos quatro minutos de jogo, com Marinho acertando o cantinho direito de Weverton, que só olhou a bola entrando caprichosamente. Com o placar a seu favor o time da casa reduziu o ritmo para controlar o jogo e o Atlético não conseguia produzir jogadas ofensivas. Até que, aos 29 minutos Lucas Fernandes recebeu uma ótima enfiada de bola e deixou Pablo na cara do gol para empatar, quebrando uma séria de oito partidas sem gols do Furacão como visitante.

No finalzinho do primeiro tempo, aos 42 minutos, Euller sai jogando errado, Lucho rouba a bola e rola para Pablo, que dá um lindo toque para encobrir o goleiro e vira o jogo para o Furacão.

Atrás no placar e precisando pontuar para sair da zona do rebaixamento, o Vitória adotou uma postura completamente diferente no segundo tempo e, embalado pela torcida, partiu para cima do Furacão. Depois de 23 minutos, a pressão deu resultado. Marinho recebeu na ponta direita, cortou a marcação e cruzou para David, livre de marcação, dentro da pequena área, empatar a partida.

Nome do jogo, Marinho foi, também, o autor do terceiro gol baiano. Após roubar a bola no campo de ataque, o jogador fez bela jogada individual, entortando Paulo André antes de concluir com um belo chute da entrada da área, para tirar  Vitória da Zona do Rebaixamento e aumentar para nove o número de derrotas consecutivas do Furacão fora de casa.