Autuori critica Federação e diz que Furacão “pensa no futuro”

Redação


O técnico Paulo Autuori voltou a criticar a Federação Paranaense de Futebol (FPF). O treinador disse, na entrevista coletiva, após o empate sem gols diante do Londrina, que a Federação não está “salvaguardando os clubes” por não ter aceitado a proposta do Rubro-Negro em alterar as datas de dois jogos, incluindo o disputado no domingo. “O papel das federações é salvaguardar seus filiados e me estranha muito ter jogado no domingo com partida na quarta-feira pela Libertadores”, comentou.

O treinador usou o exemplo de outros times que estão disputando a Libertadores, como Flamengo e Palmeiras. “O Flamengo jogou sábado, Palmeiras também e o Botafogo na quinta. O problema é birra e a Federação não está salvaguardando. Claramente é um problema pessoal e também não deixaram trocar a data do jogo com o Cascavel que será no sábado, mas nós voltamos no domingo. A Polícia tinha autorizado o jogo no domingo às 11 horas, mas a Federação proibiu”, reclamou.

O técnico também falou sobre a situação delicada da equipe no Paranaense. “Ainda tem jogos pela frente e não corre risco. Isso é confiança em nós, não desrespeito a ninguém. Só vai correr risco se nós não fizemos o nosso papel em campo. Isso é uma responsabilidade minha, não vejo nenhuma equipe vir aqui e jogar o jogo, com exceção do Coritiba”, afirmou.

Autuori também disse que o principal objetivo do clube é se classificar na Libertadores. “Queremos uma equipe para o futuro, classificar na Libertadores e ganhar o Paranaense, ainda que não signifique qualquer coisa, e tudo isso tem o respaldo do clube”, concluiu.

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="418756" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]