Bahia vence o Fluminense e adia permanência do Athletico na Série A

O Bahia venceu o Fluminense por 2 a 0, saiu da zona de rebaixamento e ainda evitou que o Athletico garantisse matematica..

Pedro Melo - 05 de dezembro de 2021, 18:00

(Jhony Pinho/AGIF/Folhapress)
(Jhony Pinho/AGIF/Folhapress)

O Bahia venceu o Fluminense por 2 a 0, saiu da zona de rebaixamento e ainda evitou que o Athletico garantisse matematicamente a permanência na Série A do Campeonato Brasileiro. Com isso, o Rubro-Negro vai utilizar o time titular na partida contra o Palmeiras, nesta segunda-feira (06), às 19h, na Arena da Baixada.

Na Arena Fonte Nova, o Bahia foi todo para o ataque desde o primeiro tempo e marcou os dois gols da vitória ainda no primeiro tempo. Aos 36 minutos, Luccas Claro tocou a mão na bola dentro da área e o árbitro marcou a penalidade máxima. Na cobrança, Gilberto cobrou rasteiro para abrir o placar.

O segundo gol do Tricolor baiano saiu no último minuto. Após rápido contra-ataque, Luccas Claro erra rápido contra-ataque e Patrick toca de primeira para Gilberto. O centroavante toca por cima do goleiro Matheus Felipe e ampliou a vantagem.

Com o resultado, o Bahia sobe para 43 pontos, na 15ª colocação, e seca Juventude e Cuiabá, times que estão logo abaixo e ainda jogam na penúltima rodada, para continuar fora da zona de rebaixamento. Do outro lado, o Fluminense segue com 51 pontos e tem que pontuar no último jogo para garantir vaga na Libertadores.

E o Athletico, que hoje tem 45 pontos, pode garantir matematicamente a permanência na Série A no jogo contra o Palmeiras. O Rubro-Negro precisa de apenas um empate para escapar do rebaixamento à segunda divisão. O resultado nesta segunda-feira (06), às 19h, é importante para o Furacão jogar a última rodada com os reservas de olho na final da Copa do Brasil.

FICHA TÉCNICA – BAHIA 2X0 FLUMINENSE

Data, horário e local: domingo (05), às 16h, na Arena Fonte Nova, em Salvador.

Bahia: Danilo Fernandes; Nino Paraíba, Conti, Luiz Otávio e Matheus Bahia; Patrick de Lucca, Rodriguinho (Juninho Capixaba) e Edson; Raí Nascimento, Gilberto e Rossi. Técnico: Guto Ferreira.

Fluminense: Marcos Felipe; Samuel Xavier, Manoel, Luccas Claro e Danilo Barcelos; André (Martinelli), Wellington (Lucca) e Yago Felipe; Caio Paulista (Cazares), Luiz Henrique (Jhon Arias) e Fred (Bobadilla). Técnico: Marcão.

Gols: Gilberto (BAH), aos 37' e 47' do primeiro tempo.

Cartões amarelos: Wellington, Yago Felipe e Fred (FLU); Gilberto (BAH).

Cartões vermelhos: Rossi (BAH); Manoel (FLU).

Arbitragem: Luiz Flavio de Oliveira (SP), auxiliado por Neuza Ines Back (SP) e Miguel Cataneo Ribeiro da Costa (SP). O árbitro de vídeo é Igor Junio Benevenuto de Oliveira (MG).