Bahia vence o Vasco por 3 a 0 e empurra Atlético-PR para ZR

O Vasco voltou a perder para o Bahia na Fonte Nova por 3 a 0. O placar é uma repetição do que havia acontecido no dia 9 ..

Folhapress - 27 de maio de 2018, 18:43

Foto: Divulgação Bahia
Foto: Divulgação Bahia

O Vasco voltou a perder para o Bahia na Fonte Nova por 3 a 0. O placar é uma repetição do que havia acontecido no dia 9 de maio, pela Copa do Brasil. Neste domingo (27), o time carioca suportou a pressão adversária até boa parte do segundo tempo, mas acabou superado com gols de Élber, Zé Rafael e Régis.

Com o resultado, o Vasco completa três jogos sem triunfar no Campeonato Brasileiro e apenas um ponto somado nesse período. Com isso, o time dirigido por Zé Ricardo segue em declínio na tabela e ocupa, agora a 13ª posição, com oito pontos conquistados e uma partida a menos. Já o Bahia saiu da zona de rebaixamento e soma oito pontos, no 15º lugar. Foi apenas a segunda vitória da equipe de Guto Ferreira na competição. A equipe tricolor havia somado apenas dois pontos nas últimas quatro rodadas. Com o resultado, o Atlético-PR retorna para zona de rebaixamento, na 17ª posição.

Na próxima rodada, o Vasco recebe o lanterna Paraná, quarta-feira (30), às 19h30, em São Januário. Já o Bahia visita o líder Flamengo, quinta-feira (31), às 16h, no Maracanã.

O Vasco entrou em campo com muitos desfalques. Breno, Andrés Ríos e Riascos estavam suspensos; Paulão, Evander e Wellington foram afastados por indisciplina; Thiago Galhardo e Werley estavam contundidos, e o goleiro Martín Silva está servindo à seleção uruguaia. Para piorar, perdeu Kelvin no fim do primeiro tempo por causa de uma lesão muscular, sendo substituído por Paulo Vitor.

O duelo entre Bahia e Vasco começou com muita chuva na Fonte Nova. O temporal não deu trégua até a metade do primeiro tempo. Depois, a chuva não parou, mas ficou mais leve. O gramado resistiu bem. Por outro lado, os times tiveram dificuldades para construir jogadas. Os cariocas tentaram tomar a inciativa da partida, mas os donos da casa mostraram que poderiam levar perigo pelos lados dos campos e nos contra-ataques.

Em um jogo que esquentou nas faltas, mas fraco tecnicamente na primeira etapa, o Bahia chegou mais perto de abrir o placar. Aos 40min, o goleiro Fernando Miguel, ex-Vitória, retardou a saída e dividiu com Mena e deixou o gol vazio. Da entrada da área, Elton tentou por cobertura. A bola saiu por cima do gol.

Demorou, mas o gol do Bahia, que estava amadurecendo, saiu aos 21min do segundo tempo. João Pedro fez boa jogada pelo lado direito e cruzou rasteiro. Élber, o aniversariante do dia, completou para o fundo da rede e correu para o abraço.

Os donos da casa tiveram a oportunidade de ampliar. Com o Vasco avançando em busca do empate, os espaços eram produzidos em demasia. Em das investidas, Zé Rafael disparou com liberdade no contra-ataque e arrematou da entrada da área. A bola bateu no travessão e quicou em cima da linha do gol defendido por Fernando Miguel.

Com o Vasco absolutamente aberto, o Bahia não tardou a fazer mais dois gols e repetir o placar da Copa do Brasil. Aos 42min, Zé Rafael disparou sozinho e precisou de duas tentativas para fazer o seu. A festa já era Tricolor na Fonte Nova, mas deu tempo de Régis, sem goleiro, dar números finais ao placar aos 46min.