Bayern de Munique passa pelo Lyon e encara o PSG na final da Champions

Redação

bayern lyon

O Bayern de Munique venceu o Lyon por 3 a 0 e vai encarar o PSG na final da Champions League 19/20. Gnabry, duas vezes, e Lewandowski anotaram os gols dos bávaros. O duelo desta quarta-feira (19), foi realizado no estádio José Alvalade, em Portugal.

Essa será a décima final de Champions disputada pelo Bayern. O time já conquistou o torneio em cinco temporadas: 1973–74, 1974–75, 1975–76, 2000–01 e 2012–13. Do outro lado, o PSG chega à decisão após eliminar o RB Leipzig em busca do título inédito em sua história.

A final está marcada para o próximo domingo (23), às 16h (horário de Brasília), no estádio da Luz.

O principal trunfo dos alemães é o forte ataque, comandado pelo atacante Robert Lewandowski. O polonês chegou à marca de 15 gols em oito jogos e é o artilheiro dessa edição.

Do outro lado, os franceses contam com o trio ofensivo formado por Neymar, Mbappé e Di Maria.

BAYERN SOFRE, MAS ABRE O CAMINHO DA VITÓRIA SOBRE O LYON COM GOLAÇO DE GNABRY

Depay perdeu grande chance logo no início do jogo. (Divulgação/UEFA)

O Lyon começou o jogo melhor e criou ótimas chances para marcar. Logo aos quatro minutos, Caqueret rouba a bola no ataque e deu ótimo passe para Depay. O atacante cortou Neuer e finalizou na rede do lado de fora do gol.

A resposta do Bayern veio minutos depois: Goretzka tabelou com Lewandowski dentro da área e tentou um chute de voleio, mas pegou mascado e possibilitou a defesa de Lopes.

No entanto, os franceses quase abriram o placar aos 11 minutos. Depay cortou Boateng na ponta esquerda e bateu firme para dentro. Ekambi chegou perto, mas não desviou a bola para as redes.

Aos 16, o atacante ganhou a divida de Davies e carimbou a trave do Bayern. Contudo, os bávaros contaram com a habilidade de Gnabry para marcar no minuto seguinte. O atacante recebeu na direita e foi cortando para o meio antes de soltar uma bomba com o pé esquerdo.

A vantagem deu confiança para o Bayern, que ampliou aos 33. Perisic bateu cruzado e Anthony Lopes defendeu o desvio de Lewandowski, mas Gnabry apareceu no rebote e encaminhou a classificação.

Já no segundo tempo, Philippe Coutinho saiu do banco e teve um gol anulado por impedimento. No fim, aos 42, Lewandowski deixou o dele: o atacante cabeceou firme após cruzamento de Kimmich e anotou mais um nesta edição da Champions.

Previous ArticleNext Article