Bergson brilha e Athletico goleia o Maring√° na Ta√ßa Dirceu Kr√ľger

O Athletico Paranaense goleou o Maring√° por 4 a 0 neste domingo (17) e segue invicto na Ta√ßa¬†Dirceu Kr√ľger, o segundo tu..

Vinicius Cordeiro - 17 de março de 2019, 17:51

Miguel Locatelli/Site Oficial
Miguel Locatelli/Site Oficial

O Athletico Paranaense goleou o Maring√° por 4 a 0 neste domingo (17) e segue invicto na Ta√ßa¬†Dirceu Kr√ľger, o segundo turno do Campeonato Paranaense 2019. O atacante Bergson, duas vezes, o meia Matheus Anjos e o gol contra do lateral-esquerdo J√ļnior Prego decretaram o triunfo do Furac√£o no est√°dio Regional Willie Davis.

Além das duas vitórias, impressiona a eficiência do ataque rubro-negro. Com 12 tentos marcados em 180, a equipe comandada por Rafael Guanaes tem hoje a média de marcar gol a cada 15 minutos.

Com o melhor ataque do torneio e ainda invicto, o Athletico lidera o Grupo A com seis pontos, dois √† frente do Londrina. Do outro lado, o Maring√° soma o segundo rev√©s e amarga o √ļltimo lugar da chave.

A próxima rodada acontece neste meio de semana. Na quarta-feira (20), às 21h30, o Athletico recebe o Operário na Arena da Baixada. No mesmo dia, só que às 20h, o Maringá volta a jogar em casa e enfrenta o Londrina.

Destaque

O atacante Bergson foi o grande personagem da partida. Além de originar o primeiro gol, ele marcou outros dois e se tornou o artilheiro da competição com quatro gols marcados. No fim, ainda deu assistência para Matheus Anjos decretar a goleada.

O camisa 9 cruzou da esquerda bola que o gol contra de J√ļnior Prego. Depois, ele aproveitou a sobra na √°rea e bateu firme, no meio das pernas do goleiro¬†Victor Golas. Na etapa final, ele ainda teve boas chances antes de converter o p√™nalti que fechou o marcador.

O jogo

A partida come√ßou em ritmo lento, resultado da chuva e do gramado pesado. O Athletico abriu o placar aos 15 minutos e construiu a vit√≥ria naturalmente. Pela esquerda, Bergon driblou o defensor e cruzou na √°rea. O lateral J√ļnior Prego perdeu o tempo da bola e, ao tentar cortar, acabou desviando contra a pr√≥pria meta.

O goleiro Léo passou a aparecer aos 24 minutos. Primeiro ele fez boa defesa na cabeçada do atacante Thiago Orobó. Depois, o camisa 1 apareceu novamente seis minutos mais tarde, quando Alex Fraga testou bem após cobrança de escanteio. Aos 36, o athleticano foi superado e o Maringá balançou as redes com Bravo, mas a arbitragem pegou o impedimento do atacante na jogada.

O Athletico ampliou ainda na primeira etapa. Aos 39, depois da cobrança de falta, Bravo foi aliviar o perigo e dar um chutão, mas a bola bateu em Jáderson e sobrou para Bergson arrematar firme, entre as pernas do goleiro.

Segundo tempo

Na etapa final, o Maringá assustou com 50 segundos de partida. Orobó recebeu dentro da área para girar e bater firme. A bola saiu tirando tinta da trave. O Furacão respondeu aos quatro minutos, quando Vitinho cabeceou por cima da meta.

O Maringá tentava seu gol de honra, mas o zagueiro Marcelo Xavier fez pênalti em Bill. Bergson foi para a cobrança e deslocou o goleiro para marcar o terceiro. Aos 33 minutos, o atacante Welton chutou forte e Léo fez outra boa defesa.

No final da partida, aos 43, o meia Matheus Anjos fechou o placar ao completar o cruzamento de Bergson.