Santos e Boca Juniors empatam na Bombonera e deixam duelo aberto

Jorge de Sousa

Santos e Boca Juniors empatam na Bombonera e duelo segue aberto na Libertadores

Santos e Boca Juniors ficaram no empate em 0 a 0 na noite desta quarta-feira (6) e mantiveram a vaga para a final na Copa Libertadores aberta para o jogo de volta.

O duelo foi realizado em La Bombonera, em Buenos Aires, sem a presença de público devido a pandemia da Covid-19.

Novo empate em 0 a 0 na Vila Belmiro na próxima quarta-feira (13) leva a decisão da vaga na final da Libertadores para as penalidades. Empate com gols dá a vaga ao Boca Juniors e quem vencer joga no Maracanã.

A final da Copa Libertadores será disputada no dia 30 de janeiro (sábado), no Maracanã, no Rio de Janeiro. O vencedor de Boca Juniors e Santos irá encontrar na final quem passar do confronto entre Palmeiras e River Plate. No jogo de ida na Argentina, vitória do Palmeiras por 3 a 0.

O Santos volta a campo neste domingo (10), no clássico Sansão o São Paulo no Morumbi, às 16h, em jogo válido pela 29ª rodada do Campeonato Brasileiro.

SANTOS SAI COM EMPATE NA BOMBONERA APÓS PÊNALTI NÃO MARCADO

O Boca Juniors ficou perto de abrir o placar logo aos oito minutos. Lucas Veríssimo errou corte de cabeça e Tévez lançou Villa na área, batendo cruzado no travessão de John.

Nova chance do Boca Juniors aos dez minutos. Villa foi lançado na direita e cruzou rasteiro, Lucas Veríssimo tentou afastar e quase marcou gol contra.

A primeira finalização do Santos saiu aos 22 minutos. Soteldo encontrou Diego Pituca na entrada da área e o volante bateu firme, mas a bola foi no meio do gol para Andrada defender.

Novo erro da defesa do Santos aos 39 minutos. Luan Peres errou corte na intermediária e Salvio disparou para a área, mas Lucas Veríssimo fez o desarme para salvar o Peixe.

Andrada fez boa intervenção aos 42 minutos. Marinho recebeu na direita e bateu firme no canto direito para o goleiro defender em dois tempos.

John salvou o Santos logo no primeiro minuto da segunda etapa. Salvio foi lançado por Tévez na área e tentou o chute no canto direito, mas o goleiro se esticou para mandar para escanteio.

A resposta do Santos veio aos 19 minutos. Kaio Jorge recebeu na entrada da área e bateu firme, com a bola passando rente ao travessão de Andrada.

Tévez quase abriu o placar aos 23 minutos. O atacante avançou pela esquerda, trouxe para o meio e bateu cruzado, só que a bola passou à direita da meta.

O Santos reclamou de pênalti não marcado aos 28 minutos. Marinho foi calçado por Izquierdo na área e tanto o árbitro Roberto Tobar, quanto a equipe do VAR mandaram o jogo seguir.

LEIA MAIS: Paraná Clube anuncia Márcio Coelho como novo técnico

Previous ArticleNext Article