Bottas faz pole position na ausência de Hamilton no GP de Sakhir

Juliane Cerasoli - Folhapress

Bottas faz pole position na ausência de Hamilton no GP de Sakhir

Neste sábado (04), Valtteri Bottas conquistou a sua quinta pole position na temporada de 2020 da Fórmula 1 ao fazer o melhor tempo no classificatório do GP de Sakhir, no Barein. O finlandês anotou a marca de 53s377, com a segunda posição ficando com seu companheiro de equipe momentâneo George Russel, que registrou 53s403, seguido de Max Verstappen, que ficou em terceiro com o tempo de 53s433.

O classificatório foi marcado por muito equilíbrio, já que a diferença de Bottas para Russel foi de apenas 26 milésimos e para Verstappen de 56 milésimos.

As outras quatro poles aconteceram nos GPs de Spielberg, na Áustria; de Silverstone, na Grã-Bretanha; de Eifel, na Alemanha e o de Emília Romagna, na Itália. Foram as provas número um, cinco, onze e treze no calendário oficial deste ano da modalidade.

A vitória no classificatório deste fim de semana foi fundamental para o piloto finlandês, já que o jovem George Russell, de apenas 22 anos, é o grande candidato para assumir a vaga de Bottas na Mercedes em 2022 e tinha liderado o primeiro e segundo treino livre, na sexta (03).

Vale lembrar que o atual campeão Lewis Hamilton não esteve presente no treino livre e não competirá amanhã pois testou positivo para a COVID-19 na última segunda-feira (03). Essa é a primeira vez desde 2007 (ano de estreia na categoria) que o piloto britânico fica fora de um Grande Prêmio.

Bottas demonstrou certo alívio por ter conseguido a pole position mesmo não tendo melhorado seu tempo na última tentativa. “Era um final de semana diferente, com um novo companheiro, mas minha abordagem foi focar no meu trabalho, sem perder energia com outras coisas.

Não foi uma das melhores classificações que eu fiz, então estou contente por ter sido suficiente.”

Do outro lado da garagem da Mercedes, Russell perdeu pela primeira vez para um companheiro em uma classificação na carreira na F-1, mas estava muito contente com a performance.

“Foi muito intenso, eu tive dois dias para me acostumar com algumas coisas e tinha tanto para aprender! Tive que adotar uma maneira bem diferente de pilotar, tentando desaprender o que estava fazendo na Williams e tentar algo diferente e, no final, acho que acertei tudo na última tentativa, E é fato que, se alguém falasse para mim que eu estaria em segundo no grid na semana passada, eu não acreditaria”, disse o piloto, acostumado a ter como vitória passar para o Q2 aos sábados.

O inglês de 22 anos, que é considerado um sucessor natural para Hamilton, tendo vencido em todas as categorias por que passou na carreira, destacou o fato de ter ficado muito próximo de um piloto que sempre incomodou o heptacampeão em classificações.

“Valtteri forçou muito Lewis em termos de classificações ao longo dos últimos anos, e a diferença entre os dois sempre foi muito pequena, acho que a média histórica é de 0s1. E sabemos o quão bom Lewis é em classificações. Na corrida, vai ser a primeira vez que só tem um cara na minha frente em muito tempo! Espero que seja um dia difícil porque estou mais confortável em classificação.”

Top 10 do classificatório do GP de Sakhir
1 – Valtteri Bottas/FIN – Mercedes – 53s377
2 – George Russel/ING – Mercedes – 53s403
3 – Max Verstappen/HOL – Red Bull – 53s433
4 -Charles Leclerc/ MON – Ferrari – 53s613
5 – Sergio Perez/MEX – Racing Point – 53s790
6 – Daniil Kyvat/RUS – AlphaTauri – 53s906
7 – Daniel Ricciardo/AUS – Renault – 53s957
8 – Carlos Sainz/ ESP – McLaren – 54s010
9 – Pierre Gasly/FRA – AlphaTauri – 54s154
10 – Lance Stroll/ CAN – Racing Point – 54s200

LEIA MAIS: Coritiba recebe Red Bull Bragantino pelo Campeonato Brasileiro; veja escalações e onde assistir

Previous ArticleNext Article