Brasil e Senegal empatam em amistoso e Neymar completa 100 jogos pela seleção

Vinicius Cordeiro


A seleção brasileira empatou com Senegal por 1 a 1, nesta quinta-feira (10), no amistoso que marcou o centésimo jogo de Neymar com a camisa amarelinha. Entretanto, o camisa 10 viu o atacante Roberto Firmino abrir o placar pelo Brasil, mas Diédhiou, em cobrança de pênalti, igualou pelos africanos. No final, Sadio Mané acertou a trave e, por pouco, não decretou o triunfo senegalês.

20.621 torcedores acompanharam o jogo no Estádio Nacional de Singapura, que tem capacidade para 56 mil pessoas.

O Brasil volta a campo contra a Nigéria no próximo domingo (13), às 9h. O jogo amistoso também acontece em Singapura.

Três jogadores que atuam no Brasil estiveram em campo. Além de Daniel Alves, do São Paulo e único titular, o atacante Everton e o meia Matheus Henrique saíram do banco de reservas.

Além disso, o lateral Renan Lodi, revelado pelo Athletico-PR, fez sua estreia com a camisa da seleção.

NEYMAR COMPLETA 100 JOGOS

Neymar segue fazendo história com a amarelinha. (Lucas Figueiredo / CBF)

Com mais esse amistoso, Neymar completou uma centena de jogos pela seleção brasileira.

Segundo a CBF (Confederação Brasileira de Futebol), ele é o 14º jogador a atingir a marca. Cafu (150), Roberto Carlos (132), Rivellino (120), Daniel Alves (116), Pelé e Djalma Santos (113) são os seis primeiros. Depois vem Taffarel (108), Lucio (107), Leão e Ronaldo (105), Ronaldinho Gaúcho e Gilmar (102) e Jairzinho (101).

Outro ranking histórico é o de artilheiros. Com 61 gols, Neymar é o terceiro maior goleador da história da seleção. Ele só fica atrás de Pelé, com 77 gols, e Ronaldo, com 62 tentos.

BRASIL NA FRENTE, MAS SENEGAL CRESCE

brasil senegal amistoso
Firmino marcou o 13º gol pela seleção. (Lucas Figueiredo / CBF)

O Brasil começou melhor na partida, sufocando a seleção africana no campo de defesa. Aos oito minutos, o placar foi inaugurado. Phillipe Coutinho deu bom passe para Gabriel Jesus e o camisa 9 acionou Roberto Firmino. O atacante recebeu dentro da área e, com estilo, deu um toque para encobrir o goleiro Gomis.

Senegal equilibrou o jogo e assustou aos 18 minutos. Gueye arriscou de fora da área, mas a bola saiu por cima. Depois foi Sané, em cobrança de falta, que mandou a bola pela linha de fundo.

Já aos 25 minutos, o goleiro Ederson teve de trabalhar. Diatta fez boa jogada e encontrou Mané. O craque do Liverpool bateu firme e exigiu boa defesa do brasileiro.

O goleiro brasileiro também foi importante aos 38 minutos, quando Diédhiou aproveitou a sobra da defesa e bateu firme.

Entretanto, Ederson não evitou o empate. Mané driblou Daniel Alves e Marquinhos e só foi derrubado, dentro da área, pelo zagueiro com falta. Diédhiou foi para a cobrança e bateu firme para empatar.

No fim, Neymar ainda perdeu boa chance. O camisa 10 recebeu de Firmino e chutou colocado, mas Gomis fez boa defesa.

ETAPA FINAL SEM GABIGOL

Companheiros no Liverpool, Firmino e Mané foram dois destaques do jogo. (Lucas Figueiredo / CBF)

Aos 4 minutos, Casemiro tentou encobrir o goleiro de Senegal, mas Gomis fez a defesa. Aos 13, Senegal respondeu: Diatta levantou a bola na área e Diédhiou bateu por cima.

Tite passou a substituir: Everton e Matheus Henrique entraram nos lugares de Roberto Firmino e Arthur. Aos 23, Neymar cobrou falta com perigo e a bola passou perto do travessão.

Depois, Phillipe Coutinho saiu para a entrada de Richarlison, assim como Renan Lodi ocupou a vaga de Alex Sandro.

No final, Senegal aumentou a pressão. Aos 38, Sidy Sarr arrematou de fora da área e exigiu linda defesa de Ederson. No minuto seguinte, Mané recuperou a bola de Matheus Henrique e acertou a trave.

Depois, foi o Brasil quem chegou com perigo. Primeiro Neymar rolou para Richarlison chutar para fora. Depois, o próprio camisa 10 chutou fraco para defesa de Gomis.

Previous ArticleNext Article