Brasil empata com Argentina em clássico violento pelas Eliminatórias

Jorge de Sousa

Brasil empata com Argentina em clássico violento pelas Eliminatórias para a Copa do Mundo

Brasil e Argentina empataram por 0 a 0 na noite desta terça-feira (16) em um clássico pelas Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo do Qatar marcado pela violência dos defensores argentinos.

O lance mais marcante da partida foi a cotovelada de Otamendi no rosto de Raphinha, que não rendeu falta ou cartão para o defensor argentino. Já o atacante brasileiro precisou levar cinco pontos na boca.

O clássico foi disputado no estádio Estadio San Juan del Bicentenario, em San Juan de Province, na Argentina.

Enquanto o Brasil já está classificado para a Copa do Mundo do Qatar com 35 pontos em 13 jogos, a Argentina ficou com 29 e na dependência de apenas um empate nas últimas quatro rodadas para garantir a vaga.

As duas seleções voltam a campo apenas no dia 27 de janeiro, pela 15ª rodada das Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo. Enquanto o Brasil viaja para enfrentar o Equador, a Argentina cai na estrada para duelar contra o Chile.

As Eliminatórias Sul-Americanas são disputadas no sistema de pontos corridos em dois turnos, com as quatro primeiras seleções se classificando diretamente para a Copa do Mundo 2022.

BRASIL E ARGENTINA EM NOITE ‘VIOLENTA’ EM SAN JUAN PROVINCE

O jogo começou truncado e com divididas duras entre as duas equipes. A primeira chance de perigo saiu apenas aos 16 minutos, quando Matheus Cunha lançou Vini Jr. na área, mas o atacante errou a tentativa de finalização por cobertura.

Matheus Cunha ficou perto de marcar belo gol aos 18 minutos. O centroavante viu Emiliano Martínez adiantado e tentou a finalização quase do meio campo, acertando a rede por cima da meta.

A Argentina tentou responder aos 30 minutos. Di María encontrou Lautaro Martínez na área e o atacante foi travado por Marquinhos no momento da finalização.

Aos 33 minutos, o árbitro Andres Cunha se colocou em confusão. Após dividida na linha de fundo, Otamendi acertou o cotovelo na boca de Raphinha, mas a arbitragem em campo e a equipe do VAR comanda por Esteban Ostojich não recomendaram a expulsão do argentino.

Alisson salvou o Brasil aos 40 minutos. Messi abriu para Acuña na esquerda e o lateral ajeitou para De Paul finalizar cruzado para boa defesa do goleiro.

Fred quase abriu o placar para o Brasil aos 14 minutos. O volante aproveitou rebote na entrada da área e finalizou no travessão de Martínez.

Alisson quase ‘entregou’ gol para a Argentina aos 24 minutos. O goleiro recebeu na área, errou o domínio e precisou mandar a bola para fora com a chegada de Joaquín Correa.

O Brasil respondeu aos 26 minutos. Vini Jr. recebeu na área, puxou a bola para a perna direita e finalizou rasteiro para Martínez defender em dois tempos.

Messi conseguiu finalizar com perigo aos 44 minutos. O argentino recebeu na entrada da área, limpou a marcação e finalizou rasteiro para Alisson defender em dois tempos.

LEIA MAIS: Integrantes da Império e Fanáticos são presos por briga na Arena da Baixada

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="803919" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]