Brasil goleia a Coreia do Sul em amistoso de preparação para a Copa

Com dois gols de Neymar, a seleção brasileira venceu por 5 a 1 e sobrou em amistoso de olho no Catar. O próximo confronto será contra o Japão

Gabriel Sawaf - 02 de junho de 2022, 09:55

Lucas Figueiredo/CBF
Lucas Figueiredo/CBF

O Brasil goleou no primeiro amistoso em preparação para a Copa do Mundo. Na manhã desta quinta-feira (02), a seleção atropelou a Coreia do Sul por 5 a 1 em jogo realizado em Seul.

Richarlison abriu o marcador, os asiáticos empataram com Ui-Jo, mas Neymar, duas vezes de pênalti, CoutinhoGabriel Jesus selaram a vitória brasileira. 

PRÓXIMOS JOGOS 

As duas seleções voltam a campo na próxima semana em mais amistosos de preparação para a Copa do Mundo.

O Brasil volta a campo segunda-feira (06), às 07h20, para enfrentar o Japão, na casa do adversário. No mesmo dia, às 08h, a Coreia do Sul recebe o Chile, novamente no World Cup Stadium.

BRASIL TOMA SUSTO, MAS VAI PARA O INTERVALO COM VITÓRIA

A seleção foi escalada com a presença de Neymar, que chegou a ser dúvida após sofrer um pisão no treino. Na escalação, Tite deixou Vini Jr no banco e colocou Lucas Paquetá na ponta esquerda.

O Brasil começou com tudo. Logo no primeiro minuto de jogo, Alex Sandro cobrou falta e Thiago Silva cabeceou para o gol, mas o auxiliar marcou impedimento, confirmado pelo VAR. 

A seleção seguiu em cima e abriu o placar cinco minutos depois. Lucas Paquetá fez boa jogada na esquerda e cruzou para Fred, que finalizou. Richarlison desviou para a bola morrer nas redes, mas a arbitragem confirmou o gol para o meio campista. 

O jogo esfriou com o passar do tempo. Quem aproveitou foi a Coreia do Sul, que aproveitou para empatar. Ui-Jo recebeu na área, girou para cima de Thiago Silva e chutou firme no canto, sem chances para o goleiro do Palmeiras. 

O Brasil pressionou no final da primeira etapa para retomar a vantagem no placar. Aos 37, Alex Sandro cruzou, Richarlison cabeceou e Kim Seung-Gyu fez grande defesa. Na sobra, o lateral esquerdo foi derrubado por Lee Young. O árbitro foi chamado pelo VAR e o pênalti foi confirmado. 

Na cobrança, Neymar esbanjou categoria para colocar o Brasil na frente do placar novamente. Nos minutos finais, Thiago Silva testou firme e carimbou o travessão. 

COUTINHO E JESUS SAEM DO BANCO E MARCAM EM GOLEADA DA SELEÇÃO 

Na primeira oportunidade do segundo tempo, Neymar lançou Paquetá e o meia bateu rasteiro para ótima defesa de Kim.

Dois minutos depois, Alex Sandro foi derrubado por Kim Young-Won na área. Novamente o árbitro não marcou nada, mas o VAR entrou em ação e o pênalti foi assinalado. Na cobrança, Neymar voltou a esbanjar categoria e fez o segundo dele. 

Os donos da casa tentaram a reação imediata, mas Hwang In-Beom parou em boa defesa de Weverton. Tite decidiu rodar a equipe, e colocou VIni Júnior e Fabinho.

Com as alterações, o Brasil ganhou mais criatividade no ataque. Aos 29', após boa troca de passes e Raphinha acertou um belo chute na trave. 

Tite também colocou em campo Coutinho e Gabriel Jesus. Na primeira oportunidade, aos 34', o meia do Aston Villa aproveitou sobra de bola e tocou com categoria para marcar o quarto e transformar o placar em goleada.

Apesar da vantagem, Weverton voltou a trabalhar, aos 35' em chute de fora da área de Hee-Chang. O Brasil ainda colocou Bruno Guimarães e Matheus Cunha, que quase fez o quinto aos 39', quando finalizou e Kim fez outra boa defesa.

A missão do quinto ficou para Gabriel Jesus, que já nos acréscimos fez uma grande jogada pela direita, invadiu a área e encerrou o jejum de 19 jogos sem gol pela amarelinha.

FICHA TÉCNICA - COREIA DO SUL 1 x 5 BRASIL 

Data, horário e local: quinta-feira, 02 de junho de 2022, às 8 horas, no World Cup Stadium, em Seul, na Coreia do Sul. 

Gols: Richarlison (BRA), aos 6 minutos do primeiro tempo; Hwong Ui-Jo (KOR), aos 30 minutos do primeiro tempo; Neymar (BRA), aos 42 minutos do primeiro tempo e aos 11 minutos do segundo tempo, Coutinho (BRA), aos 34 minutos do segundo tempo e Gabriel Jesus (BRA), aos 47 minutos do segundo tempo.

Coreia do Sul: Kim Seung-Gyu; Lee Young  (Jung Woo-Yeong), Kim Young-Gwon, Kwon Kyung-Won e Hong Chul; Jeong Woo-Yeong, Hwang In-Beom, Paik Seung-Ho (Kim Moon-Hwan),, Hwang Hee-Chang (Kwon Chang-Hoon) e Son Heung-Min; Hwang Ui-Jo (Na Sang-Ho)  Técnico: Paulo Bento.

Brasil: Weverton; Daniel Alves, Thiago Silva, Marquinhos e Alex Sandro; Casemiro (Fabinho), Fred (Bruno Guimarães) e Neymar (Coutinho); Lucas Paquetá (Matheus Cunha), Raphinha (Gabriel Jesus) e Richarlison (Vini Junior). Técnico: Tite.

Arbitragem: Ryuji Sato (JAP); ele foi auxiliado por Hiroshi Yamauchi (JAP) e Jun Mihara (JAP). O assistente de vídeo (VAR) foi comandado por Dae Yong Kim (KOR).