Brasil vence Uruguai e tem melhor início de Eliminatórias nos últimos 40 anos

Jorge de Sousa

Brasil vence Uruguai e tem melhor início de Eliminatórias da Copa do Mundo em 40 anos

O Brasil venceu o Uruguai por 2 a 0 na noite desta terça-feira (17), seguiu com 100% de aproveitamento e registrou o melhor início em 40 anos nas Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo.

Arthur e Richarlison marcaram os gols da vitória do Brasil no primeiro tempo da partida.

O duelo foi realizado no Estádio Centenário, em Montevidéu, sem a presença de público devido a pandemia da Covid-19.

Com 12 pontos em quatro rodadas, já abre seis pontos de vantagem para o Uruguai – atual quinto colocado, que no momento precisaria disputar confronto de repescagem para se classificar ao Mundial do Catar.

As Eliminatórias Sul-Americanas são disputadas no sistema de pontos corridos em dois turnos, com as quatro primeiras seleções se classificando diretamente para a Copa do Mundo 2022.

A seleção brasileira volta a campo pelas Eliminatórias apenas no dia 25 de março de 2021, quando duela contra a Colômbia. Cinco dias depois, o Brasil terá clássico contra a Argentina em casa.

EFICIÊNCIA DO ATAQUE E PISÃO DE CAVANI VALEM VITÓRIA AO BRASIL

O Brasil ficou perto de abrir o placar logo aos dois minutos. Gabriel Jesus foi lançado pela direita, invadiu a área e bateu cruzado para boa defesa de Campaña.

O Uruguai respondeu dois minutos depois. Darwin Núñez recebeu na área, limpou Danilo e bateu em curva no travessão de Ederson.

Nova chance do Uruguai aos dez minutos. Nández fez bom cruzamento da direita e Cavani ganhou pelo alto, mas cabeceou por cima da meta.

Mas quem balançou as redes foi o Brasil. Aos 28 minutos, Danilo cruzou da direita, Gabriel Jesus fez o pivô e Arthur bateu firme, a bola resvalou em Giménez e matou Campaña.

Roberto Firmino teve boa chance para ampliar o placar aos 35 minutos. Arthur fez bom lançamento ao atacante que frente a frente com Campaña, bateu fraco e o goleiro fez a defesa.

O segundo gol do Brasil saiu aos 44 minutos. Renan Lodi cruzou da esquerda e Richarlison apareceu livre no segundo poste para cabecear no canto direito.

Ainda deu tempo do Uruguai carimbar o travessão novamente. Aos 47 minutos, De La Cruz cruzou da esquerda e Godín cabeceou firme no poste.

A primeira chance da segunda etapa foi do Brasil. Aos seis minutos, Everton Ribeiro bateu falta da direita fechada e Campaña caiu firme para fazer a defesa.

O jogo complicou de vez para o Uruguai aos 25 minutos. Cavani pisou na perna de Richarlison e após revisão no VAR, o árbitro Roberto Tobar expulsou de forma direito o centroavante.

Mesmo com um a menos, o Uruguai teve um gol anulado aos 30 minutos. Após cobrança de escanteio da direita, a zaga do Brasil cortou provisoriamente e a bola sobrou para Darwin Núñez que na pequena área carimbou Renan Lodi. O rebote sobrou para Cáceres, que em posição de impedimento, mandou para o fundo das redes.

A arbitragem de campo e o VAR deram impedimento e o lance foi invalidado.

LEIA MAIS: Fifa marca Mundial de Clubes para fevereiro de 2021

Previous ArticleNext Article