Briga de torcedores do Fla e Palmeiras termina com um morto e 30 presos

Redação


O torcedor do Flamengo, Evandro Gatto, 47 anos, que foi agredido por um grupo de aproximadamente 30 palmeirenses, morreu na noite de domingo (5). Ele chegou a ser internado em estado grave no Hospital de Base, junto com outro torcedor, logo depois da confusão que envolveu as torcidas organizadas do Palmeiras e do Flamengo, no intervalo da partida.

Segundo informações da Polícia Militar, a torcida da Mancha Verde invadiu o local reservado para a torcida rubro-negra, o que gerou o confronto. A polícia usou bombas de efeito moral e foi recebida no estádio com lixeiras e cadeiras das arquibancadas.

Gatto, que morava em Petrópolis, já havia sido detido em Cuiabá, após se envolver em uma briga em um jogo entre Flamengo e Vasco, em junho de 2015.  Três policiais também se feriram no confronto. Um teve o nariz quebrado por uma pedrada, o segundo teve as mão perfuradas por estilhaços e o terceiro teve um extintor arremessado nas suas costas.

evandro

Previous ArticleNext Article