Brock explica a receita para não deixar o sonho do Paraná ir por “água abaixo”

Francielly Azevedo


O Paraná Clube perdeu a gordura para queimar nessa reta final de Série B. Após ser derrotado pelo Oeste em casa, o Tricolor ficou a apenas um ponto de distância da quinta posição e agora tem a obrigação de vencer o Brasil de Pelotas, na próxima rodada. Depois do revés, o zagueiro e capitão da equipe Eduardo Brock afirmou que não existe nada perdido e que a equipe terá a “cabeça no lugar” para vencer.

“Depende somente de nós e enquanto depender de nós estamos na briga, porque temos a nossa força, temos a nossa qualidade e o apoio da nossa torcida. Aconteceu a derrota, ninguém queria que acontecesse, mas ok. Agora é ter, principalmente, a cabeça no lugar e saber que teremos que buscar os três pontos fora de casa. As outras equipes também vencem fora de casa, por que o Paraná não pode? Isso só nos botou uma pressão para fazer o resultado fora de casa. Não tem nada por água abaixo, o trabalho não está ruim”, destacou.

O Paraná não perdia em casa há 10 jogos, a única derrota derrota como mandante nesta temporada foi para o Guarani, na 6ª rodada. Somando Série B, Primeira Liga, Copa do Brasil e Campeonato Paranaense, a zaga paranista sofreu apenas 11 gols no tempo regulamentar e um em decisão por pênaltis.

Brock ressaltou que o time precisa voltar a fazer bons jogos. Já que, mesmo com a vitória diante do Vila Nova, para ele a partida não foi produtiva em construção de jogadas e o mesmo aconteceu contra o Oeste.

“Não fizemos novamente um melhor jogo, mas nós batalhamos.[…] Está muito disputado, muito competitivo o campeonato, então pontuar é importante. E é claro que queremos vencer e vamos com esse intuito para Pelotas. Temos que ter consciência de voltar a fazer um bom jogo, porque com um bom jogo a gente está mais próximo de conseguir a vitória”, afirmou.

Restam cinco jogos para o Paraná Clube nesta Série B, cinco partidas que definirão o retorno a elite nacional após 10 anos. Dois em casa (Luverdense e Boa Esporte) e três fora (Brasil de Pelotas, Santa Cruz e CRB).

 

 

Previous ArticleNext Article
Avatar
Jornalista, formada pela Universidade Tuiuti do Paraná. Tem passagens pela TV Educativa, TV Assembleia, TV Transamérica, CATVE, Rádio Iguassu e Folha de Londrina. Atualmente trabalha no Paraná Portal e na Rádio CBN.