Série A: Athletico perde para o Corinthians e amplia risco de rebaixamento

O Athletico perdeu para o Corinthians por 1 a 0 na tarde desde domingo (28), na Neo Química Arena, em São Paulo, e segue..

Rafael Nascimento - 28 de novembro de 2021, 18:11

Foto: José Tramontin/athletico.com.br
Foto: José Tramontin/athletico.com.br

O Athletico perdeu para o Corinthians por 1 a 0 na tarde desde domingo (28), na Neo Química Arena, em São Paulo, e segue ameaçado de rebaixamento à Série B do Brasileiro.

ANÚNCIO

O gol solitário foi anotado por Fábio Santos, em cobrança de pênalti, no segundo tempo.

Com o resultado, o Furacão permanece perigosamente próximo à zona de rebaixamento, na 14ª posição, com 42 pontos. A equipe de Alberto Valentim não vence há quatro jogos no Brasileiro.

O Juventude abre o grupo dos quatro últimos colocados, com dois pontos a menos. Vale lembrar que a equipe gaúcha possui um jogo a menos que o Athletico.

ANÚNCIO

A partida em Itaquera foi válida pela 36ª rodada da Série A. Com os três pontos, o Corinthians se manteve no G4 do Brasileiro como 4º colocado, agora com 56 pontos, e se aproxima de vaga direta à Libertadores.

PRÓXIMOS DESAFIOS DO FURACÃO

Restam nove pontos em disputa ao Athletico, tem que um jogo a menos, nesta reta final de Série A do Brasileiro. O Furacão volta a campo na próxima sexta (3), às 19h na Arena da Baixada, contra o Cuiabá, em confronto atrasado pela 35ª rodada.

Na sequência, no dia 6, mais uma vez na Arena da Baixada, recebe às 19h o campeão da Libertadores Palmeiras. Depois, encerra o campeonato fora de casa, contra o Sport.

O Alvinegro, por sua vez, recebe o Grêmio um dia antes, às 16h, novamente na Neo Química Arena.

JOGO DE POUCAS EMOÇÕES E GOL CORINTHIANO NA BOLA PARADA

A primeira investida foi do Athletico, em contra-ataque aos 11 minutos e chute forte de fora da área de Léo Cittadini, para defesa segura de Cássio.

A resposta do Corinthians veio no minuto seguinte, após cochilo da cozinha athleticana e finalização de Du Queiroz.

Apostando nos contra-ataques, o Furacão teve nos pés de Nikão, aos 20, boa chance, mas o arremate saiu em cima de Cássio.

A principal chance do primeiro tempo, entretanto, foi do time da casa. Renato Augusto acionou Jô aos 33 minutos, que invadiu a área e carimbou a trave esquerda de Santos.

O Athletico teve boa chance em cobrança de falta aos 8 minutos da etapa final, mas a cobrança de Nikão saiu sem capricho.

A arbitragem assinalou pênalti para o Corinthians após toque de Marcinho com a mão na bola, aos 16 minutos. Fábio Santos deslocou o goleiro Santos e abriu o placar: 1 a 0.

O gol deu tranquilidade ao time da casa, que por muito pouco não ampliou o marcador com Willian.

O técnico Alberto Valentim buscou maior ofensividade com a entrada de Bissoli, mas o Furacão pouco criou ofensivamente. Já nos acréscimos, Terans ainda teve uma derradeira chance de empatar, mas jogou sobre o gol de Cássio.