Campeonato Paranaense será disputado em modelo proposto pelo Coritiba

Francielly Azevedo


Nesta terça-feira (17), representantes de 12 clubes paranaenses e da Federação Paranaense de Futebol (FPF) se reuniram para definir os critérios e datas do Campeonato Paranaense de 2018. A reunião teve quase quatro horas de duração e, por fim, o modelo vencedor foi o proposto pelo Coritiba. O estadual será dividido em duas taças com o campeão de cada uma delas jogará pelo título da grande final da competição. O projeto segue o mesmo formato da antiga disputa do campeonato carioca.

O torneio está previsto para começar no dia 21 de janeiro e, caso haja dois jogos finais, pode ter a decisão no dia 8 de abril. As duas equipes com menor número de pontos na soma das fases de grupos das duas taças serão rebaixadas.

“Nós trabalhamos a construção com o departamento jurídico do Coritiba. No início causou um certo impacto, mas conseguimos mostrar qual era nossa intenção. Nós procuramos ver o lado das equipes do interior, que gostariam de ter os mata-matas e nessa fórmula terão os mata-matas. Não dá para agradar a todos, mas foi uma fórmula principalmente visando o Coritiba em uma pré-temporada”, explicou Alex Brasil, diretor de futebol do Coritiba.

Por deliberação dos clubes, foi estipulado limite de inscrição de 30 atletas no torneio. Em que cada participante poderá fazer até cinco substituições em suas listas de inscritos até o início da segunda Taça.

“Isso faz com que o Atlético, Coritiba e Paraná passem a dar a importância que o campeonato merece desde o início. Se você não colocar seus melhores jogadores no início, não poderá colocar depois”, avaliou Arif Osman, presidente do Foz do Iguaçu FC.

O nome das taças será definido nas próximas semanas. A Federação Paranaense de Futebol deve buscar patrocinadores que estejam interessados em batizar os troféus.

Divergências 

Antes da reunião, as equipes do interior sinalizavam um acordo para garantir um torneio com 18 datas com dois grupos de seis na primeira fase, quartas de final, semifinal e final. Do outro lado, Atlético, Coritiba e Paraná queriam reduzir a quantidade de jogos, pensando no calendário brasileiro em função da Copa do Mundo. Com o mundial, o início do Brasileirão será antecipado.

“Nós tínhamos 10 clubes acordados, que apresentaram uma fórmula, infelizmente durante a votação inicial, os clubes começaram a votar de outra forma. Entendo isso como uma burocracia, mas o interior saiu enfraquecido nessa história”, afirmou o presidente do Foz do Iguaçu FC.

O Paraná Clube, representado pelo presidente Leonardo Oliveira, fez um projeto com apenas 14 datas com times jogando dentro do próprio grupo. Apenas os dois melhores iriam direto para as semifinais.

O Atlético propôs reduzir a quantidade de datas com um formato parecido aos dos últimos anos. A primeira fase em pontos corridos com a classificação apenas dos quatro primeiros direto para semifinal. Além de não ter limite de jogadores inscritos.

Fórmula aprovada

No formato escolhido, serão disputadas duas taças, separando dois grupos com seis clubes cada. O critério base para a escolha dos grupos é a classificação final do Campeonato Paranaense 2017. Dessa maneira o Grupo A é formado por Coritiba, Cianorte, Paraná Clube, FC Cascavel, Foz do Iguaçu e Maringá. Enquanto o Grupo B é composto por Atlético-PR, Londrina, Prudentópolis, Rio Branco, Toledo e União.

Primeira taça (equivalente ao primeiro turno)

Na fase de grupos acontecem jogos internos entre as equipes (Grupo A x Grupo A e Grupo B x Grupo B). Na semifinal, o primeiro do A joga contra o segundo do B e vice-versa em jogo único na casa dos primeiros colocados. A final acontece no estádio de quem somou a melhor campanha na fase de grupos. O vencedor desta taça já garante uma vaga da disputa da final geral do Campeonato.

Segunda taça (equivalente ao segundo turno) 

Os clubes fazem jogos cruzados entre os grupos (Grupo A x Grupo B), classificando os dois primeiros de cada grupo. A semifinal é disputada pelo primeiro do grupo A contra o segundo do A e o primeiro do B contra o segundo do B, em jogo único na casa dos primeiros colocados. A final acontece no estádio do time de melhor campanha na fase de grupos. O vencedor da taça é dono da segunda vaga da grande final.

Super final

O título do Campeonato Paranaense de 2018 será definido em uma final disputada pelo campeão da cada Taça, em duas partidas. Caso o vencedor de cada Taça seja o mesmo, ele será declarado Campeão Paranaense de 2018. O mando de campo equivale a melhor campanha nas fases de grupos.

No total são 17 datas reservadas para a competição. A não ser que seja dispensada a grande final, nesse caso são 15 datas.

 

Previous ArticleNext Article
Avatar
Jornalista, formada pela Universidade Tuiuti do Paraná. Tem passagens pela TV Educativa, TV Assembleia, TV Transamérica, CATVE, Rádio Iguassu e Folha de Londrina. Atualmente trabalha no Paraná Portal e na Rádio CBN.
[post_explorer post_id="460770" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]