Coritiba vence Maringá FC e encerra jejum de cinco anos no Paranaense

O Coritiba venceu de virada o Maringá FC por 4 a 2 na tarde deste domingo (3) e conquistou após cinco anos o título paranaense.

Jorge de Sousa - 03 de abril de 2022, 17:04

Geraldo Bubniak/AGB
Geraldo Bubniak/AGB

O Coritiba venceu de virada o Maringá FC por 4 a 2 na tarde deste domingo (3) e conquistou após cinco anos o título paranaense.

Matheus Bianqui chegou a abrir o placar para o Maringá FC, mas Alef Manga, Igor Paixão (duas vezes) e Léo Gamalho viraram o placar para o Coritiba no Couto Pereira. Gui Sales ainda descontou o placar para o Dogão.

Por ter vencido o jogo de ida por 1 a 0, o Coritiba conquistou o Campeonato Paranaense com um placar agregado de 5 a 2.

Esse foi o 39º título do Campeonato Paranaense conquistado pelo Coritiba, 13 a mais que o rival Athletico Paranaense.

CORITIBA FAZ TRÊS GOLS EM SETE MINUTOS PELO TÍTULO

A primeira chegada da partida foi do Coritiba. Aos cinco minutos, Egídio cruzou da esquerda e Léo Gamalho testou para Dheimison defender.

Só que foi o Maringá FC quem abriu o placar aos 15 minutos. Willian Farias errou na saída de bola e Matheus Bianqui disparou para a área, finalizando no canto direito.

Alemão quase virou o placar aos 23 minutos. O centroavante recebeu na entrada da área e finalizou direto no travessão.

O Coritiba tentou responder aos 27 minutos. Egídio cobrou falta lateral direto para a meta e Dheimison foi ágil para defender de soco.

Ronald evitou o empate do Coritiba aos 30 minutos. Egídio bateu cruzado e o zagueiro cortou sobre a linha de gol. Na sobra, Léo Gamalho chutou da pequena área e o zagueiro novamente fez o corte.

Nova chance criada pelo Coritiba aos 36 minutos. Léo Gamalho cruzou da direita e Alef Manga completou no segundo poste, mas na rede pelo lado de fora.

O Maringá FC voltou a levar perigo aos 44 minutos. Mirandinha chutou cruzado da entrada da área e Alex Muralha espalmou.

João Denoni quase ampliou o marcador aos 45 minutos. O volante arriscou chute da lateral da área, a bola passou por toda a área e quase entrou no canto direito.

Alef Manga empatou para o Coritiba no primeiro minuto do segundo tempo. Igor Paixão bateu escanteio da esquerda, a zaga não conseguiu cortar e Manga completou de primeira no segundo poste.

O Coritiba buscou a virada aos quatro minutos. Warley cruzou da direita e Igor Paixão recebeu na área, dominou e chutou firme para vencer Dheimison.

Igor Paixão voltou a balançar as redes aos sete minutos. Alef Manga lançou o Igor na área e o atacante bateu cruzado para balançar as redes.

Alex Muralha quase cedeu gol ao Maringá FC aos 12 minutos. O goleiro recebeu recuo na área e tentou dar chutão, mas acertou as costas de Mirandinha, com a bola indo para fora.

Alef Manga quase marcou o segundo aos 15 minutos. O atacante tentou chute cruzado da esquerda e Dheimison espalmou a bola.

O Maringá FC descontou o marcador aos 32 minutos. João Denoni cruzou da direita e Gui Sales cabeceou para as redes.

Mas Léo Gamalho matou a decisão aos 39 minutos. O centroavante recebeu na entrada da área, girou sobre a marcação e finalizou no ângulo direito.

Igor Paixão quase garantiu música no Fantástico aos 44 minutos. Warley cruzou da direita e o atacante testou no travessão.

CORITIBA 4 X 2 MARINGÁ FC

Local: Couto Pereira, Curitiba

Árbitro: Lucas Paulo Torezin (CBF-PR)

Assistentes: Ivan Carlos Bohn (FIFA-PR) e Victor Hugo Imazu dos Santos (CBF-PR)

CORITIBA

Alex Muralha; Warley, Henrique, Luciano Castán e Egídio (Guilherme Biro); Willian Farias (Guillermo de los Santos), Andrey e Thonny Anderson (Robinho); Igor Paixão, Alef Manga (Val) e Léo Gamalho (Clayton) - Técnico: Gustavo Morínigo

MARINGÁ FC

Dheimison; Marcos Vinícius, Ronald, Gustavo Vilar e Raphinha; Parrudo (Robertinho), João Denoni (Brito) e Matheus Bianqui; Mirandinha (Gui Sales), Alemão (David Ribeiro) e Felipe Saraiva (Guilherme Castro) - Técnico: Jorge Castilho

Gols: Matheus Bianqui (15 minutos/1ºT) e Alef Manga (1 minuto/2ºT), Igor Paixão (4 minutos/2ºT e 7 minutos/2ºT), Gui Sales (32 minutos/2ºT) e Léo Gamalho (39 minutos/2ºT)

Cartões amarelos:  (FLU); Ronald (MFC)

LEIA MAIS: Grêmio vence Ypiranga e confirma pentacampeonato gaúcho

Leia também:
Rodolfo Landim desiste de presidir o conselho da Petrobras
Esportes
Rodolfo Landim desiste de presidir o conselho da Petrobras

Folhapress

03 de abril de 2022, 11:35

Palmeiras x São Paulo pela final do Paulista; escalações e onde assistir
Esportes
Palmeiras x São Paulo pela final do Paulista; escalações e onde assistir

Jorge de Sousa

03 de abril de 2022, 10:53

« arraste para o lado »