Carpegiani critica falta de filosofia da direção coxa-branca

O ex-técnico do Coritiba, Paulo Cesar Carpegiani, criticou a diretoria do Coritiba, após ser demitido do clube na última..

Redação - 28 de fevereiro de 2017, 14:55

O ex-técnico do Coritiba, Paulo Cesar Carpegiani, criticou a diretoria do Coritiba, após ser demitido do clube na última segunda-feira de Carnaval. O treinador disse em entrevista à Rádio Transamérica, que faltava filosofia à diretoria e que no ano passado, mesmo sem muita vontade de dirigir o clube neste ano aceitou a renovação de contrato. "Não havia uma grande vontade de renovar. Insistiram e acabei renovando. Agora demitem. É uma falta de convicção muito grande", criticou.

O treinador também falou sobre o episódio envolvendo a tentativa de contratação de Ronaldinho Gaúcho. Para ele isso foi exemplo clássico da falta de parâmetros da diretoria. Disse não ter nada contra o meia Daniel, do São Paulo, que foi contratado após a tentativa frustrada de contar com Ronaldinho. "Foram de Ronaldinho Gaúcho a Daniel e isso mostra a discrepância", falou.

O treinador também listou uma série de problemas como a falta de jogadores para determinadas posições, assim como o planejamento que deveria ser feito e executado, mas não saiu do papel. Segundo ele, muitos jogadores estavam em más condições físicas, sem jogar e precisariam de tempo, não havia essa igualdade de condições físicas. A eliminação para o ASA, considerada vergonhosa pelo gerente de futebol Alex Brasil, foi o resultado disso tudo, comentou. "O copo derramou contra o ASA, mas foi uma consequência", finalizou.