CBF vai antecipar uso de Árbitro e Vídeo

Roger Pereira


A repercussão do polêmico gol de mão do atacante Jô, que deu ao Corinthians a vitória por 1 a 0 diante do Vasco da Gama no último domingo fez a Confederação Brasileira de Futebol antecipar a aplicação do recurso do Árbitro de Vídeo. Previsto para ser colocado em funcionamento nas últimas rodadas do Campeonato Brasileiro, o recurso poderá entrar em funcionamento já na próxima rodada. O presidente da Comissão de Arbitragem da CBF, Marcos Marinho, informou que será realizada uma reunião neste terça-feira para avaliar a viabilidade da utilização do sistema já neste final de semana. “A determinação do presidente da CBF é implantar o mais rápido possível. Amanhã teremos uma reunião técnica para sabermos se já é possível aplicar na próxima rodada. A intenção é já termos o árbitro de vídeo nos 10 jogos deste final de semana”.

A CBF emitiu nota informando a decisão:

“A Comissão de Arbitragem da CBF projetava o uso do Árbitro de Vídeo (AV) nas rodadas finais do Brasileirão 2017. Ao longo deste ano, representantes da entidade e árbitros brasileiros participaram de treinamentos teóricos e práticos sobre o tema, incluindo a capacitação que vem sendo realizada desde a semana passada na sede da Conmebol, em Assunção, no Paraguai.

Entretanto, em função da incidência de erros recentes que poderiam ser evitados com a utilização da tecnologia, o presidente da CBF, Marco Polo Del Nero, reuniu a equipe, nesta segunda-feira (18), e determinou que o Árbitro de Vídeo seja aplicado o quanto antes nas partidas do Brasileirão – Série A.

O presidente da Comissão de Arbitragem da CBF, Marcos Marinho, está trabalhando para acertar os detalhes e viabilizar o AV o mais rápido possível”.

No domingo, na partida entre Corinthians e Vasco, depois de uma arbitragem polêmica, em que o Corinthias reclamava de dois pênaltis não marcados, Jô fez o gol da vitória do time paulista empurrando com a mão uma bola cruzada por Marquinhos Gabriel. O lance, na frente do árbitro auxiliar da partida, causou revolta nos vascaínos e repercutiu muito no mundo do futebol nesta segunda-feira, a ponto de a CBF tomar tal decisão.

O Regulamento Geral de Competições da CBF deste ano já previa a introdução do Árbitro de Vídeo, usado com sucesso na Copa das Confederações e programado para ser implantado a partir das semifinais da Libertadores da América. De acordo com o documento, a CBF poderá introduzir o sistema em qualquer rodada de qualquer competição por ela organizada, assim que concluir ter condições técnicas e materiais para tanto. O regulamento não obriga que, uma vez empregada a tecnologia, ela esteja disponível em todos os jogos de uma mesma competição, o que promete gerar polêmica nas próximas reuniões.

Previous ArticleNext Article
Repórter do Paraná Portal
[post_explorer post_id="455385" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]