CBF anuncia VAR nas Séries B, C e D do Campeonato Brasileiro

Redação

Árbitro de vídeo VAR CBF Série B C D Brasileirão

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) anunciou a implantação do árbitro de vídeo (VAR) ainda na edição de 2021 das Séries B, C e D do Campeonato Brasileiro. Todos os custos serão arcados pela entidade, que ainda programa cursos adicionais para os árbitros.

Na Série B, o árbitro de vídeo será utilizada nas 190 partidas do segundo turno. Já nas Séries C e D, a implementação do VAR acontecerá apenas nas finais de ambas as competições, sendo 26 e 14 jogos, respectivamente.

“Estamos tirando do papel uma reivindicação que os clubes disputantes dessas séries faziam há tempos. É mais um aperfeiçoamento muito importante da CBF às competições nacionais. Isso trará mais justiça ao jogo e mais segurança aos árbitros. As Séries B, C e D mobilizam torcedores, comunidades, cidades e mereciam muito este investimento”, afirmou o presidente da CBF, Antônio Carlos Nunes.

A ideia já era debatida pelos clubes há algumas semanas. O presidente do Avaí e da Associação Nacional de Clubes de Futebol (ANCF), Francisco Battistotti, afirmou que a CBF esperava colocar o VAR na Série B apenas na reta final, mas antecipou a pedido das equipes.

“Conseguimos que o VAR venha a acontecer a partir do segundo turno da Série B. Vamos tentar antecipar antes do segundo turno. A promessa da CBF, para mim, já retificada quando fui à final da Copa América, foi de que estavam acertando o VAR para o segundo turno”, comentou Batistotti, em entrevista à rádio CBN Diário, de Florianópolis, na semana passada.

CORITIBA JÁ RECLAMOU DA ARBITRAGEM NA SÉRIE B

Coritiba reclamou duas vezes de erros da arbitragem no início da Série B. Na derrota para o Botafogo por 2 a 0, ainda na segunda rodada, o Coxa reclamou da atuação do árbitro Dewson Fernando Freitas da Silva. O clube até ingressou com um pedido no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) para impugnar a partida realizada no estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro.

Já durante o empate com o Londrina em 1 a 1, na terceira rodada, os jogadores do Alviverde reclamaram de pênalti não marcado pelo árbitro Diogo Costa Cidral em Léo Gamalho. No lance, o centroavante caiu após ser derrubado pelo zagueiro Augusto e não conseguiu finalizar em gol.

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="777452" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]