Ceará goleia a Chapecoense e se aproxima do G6 do Brasileirão

Folhapress


Neste sábado (10), o Ceará conseguiu um excelente resultado e conseguiu dar mais um grande passo para terminar a temporada de 2019 em alta. Isso porque a equipe comandada pelo técnico Enderson Moreira venceu a Chapecoense pelo placar de 4 a 1 -três de Thiago Galhardo e um Felippe Cardoso-, e garantiu mais três pontos na classificação do Campeonato Brasileiro. Os visitantes diminuíram no final, com Renato Kayzer.

Com o resultado, o clube cearense chegou aos 20 pontos conquistados e subiu para a sétima posição, se afastando da zona de rebaixamento e se aproximando do G-6. Já a Chapecoense se complica ainda mais e terminará esta rodada na zona de rebaixamento, pois no momento tem apenas 10 pontos e ocupa a 18° colocação.

Na próxima rodada, o Ceará não terá vida fácil e terá que superar as expectativas para conseguir somar pontos na tabela de classificação do Campeonato Brasileiro, já que a equipe enfrentará o São Paulo, fora de casa, no dia 18, às 16 horas, no próximo domingo. No mesmo dia, só que três horas mais tarde, a Chapecoense enfrentará o lanterna Avaí, porém não deverá um confronto fácil já que é um dos clássicos do estado de Santa Catarina.

Com o objetivo de ganhar os três pontos em casa, a equipe comandada pelo técnico Enderson Moreira tomou conta das ações ofensivas durante boa parte do jogo, encontrando espaço na defesa do time catarinense. No entanto, a falta de pontaria e de criatividade “emperravam” os donos da casa, que tinham as melhores chances em jogadas de bola parada como escanteios e faltas próximas da área do goleiro Tiepo.

A insistência na bola parada era tanta que o gol saiu na última tentativa do primeiro tempo, quando Thiago Galhardo conseguiu aproveitar a bola alçada para cabecear sem chances para o arqueiro adversário.

No segundo tempo, os donos da casa tiveram todo o controle da partida e ampliaram o marcador com mais belas aparições de Felippe Cardoso e Thiago Galhardo, destaques da partida deste sábado.

A proposta da Chapecoense, desde o início, era defender bem para tentar abrir o placar caso acontecesse algum erro da equipe cearense. Com isso, o time catarinense permitia que os donos da casa tivessem a posse de bola e usavam a velocidade dos laterais e do bom passe de Camilo para chegar na meta defendida pelo goleiro Diogo Silva.

Porém, a estratégia não deu certa, já que o time catarinense falhou no final do primeiro tempo e voltou do intervalo precisando se abrir, situação que deu espaço para o Ceará ampliar o marcador e garantir o triunfo.

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="650611" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]