Chape recebe o título de campeã da Sul-Americana e agradece apoio de times brasileiros

A Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol) vai formalizar o título da Chapecoense de campeã da Copa Sul-American..

Fernando Garcel - 21 de dezembro de 2016, 13:55

A Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol) vai formalizar o título da Chapecoense de campeã da Copa Sul-Americana de 2016 nesta quarta-feira (21). A entrega do título deve ocorrer pouco antes do sorteio da Taça Libertadores 2017, que acontece às 22h. O Atlético Nacional (COL), que disputaria a final da competição contra os brasileiros, vai receber o prêmio de “Centenário Conmebol ao Fair Play” como reconhecimento pela postura após o acidente com o avião da equipe catarinense.

“O reconhecimento a essas duas grandes equipes sul-americanas nos demonstra a grandeza do nosso futebol e nos recorda a importância do valor do espírito de paz, compreensão e fair play entre os adversários”, declarou o presidente da Conmebol, Alejandro Domínguez, em nota oficial no site da entidade.

Nas redes sociais, a Chapecoense publicou um vídeo como forma de agradecimento aos clubes brasileiros e internacionais que prestaram homenagens ao time e aos atletas que morreram no acidente com o avião da LaMia. "Escolhemos o nosso vestiário, de tantas glórias e lembranças, para agradecer aos nossos irmãos de todo o país pelas incríveis homenagens. Quando faltarem palavras, deixaremos esse canto ecoar. Somos muito mais que onze!", diz a publicação.

Veja o vídeo:

Copa Libertadores

A Copa Libertadores 2017 será a primeira edição a ser disputada após as reformas integrais que surgiram da estratégia de otimização das competições continentais formulada nos últimos seis meses pelos consultores especializados e aprovadas de forma unânime pelo Conselho da Conmebol no mês de outubro.

Nesse sentido, a edição 2017 do máximo torneio de clubes nas Américas passará de ter um calendário semestral a um anual, começando no final do mês de janeiro e concluindo no mês de novembro, e contará com a participação de 47 clubes das dez Associações Membro da Conmebol .

“As reformas que implementaremos na edição de 2017 da Copa Libertadores potenciarão o futebol sul-americano a um novo nível. Dentro da estratégia integral desenhada para contar com torneios mais competitivos desde o ponto de vista esportivo e comercial, executaremos reformas para melhorar qualidade do futebol a nível continental e local por meio de uma melhora na calendarização, assim como elevar os estandartes de gestão esportiva, infraestrutura, organização de eventos, segurança, experiência no estádio e televisivos para melhorar a oferta de valor aos nossos esportistas, técnicos, clubes e principalmente, aos torcedores”, explicou Domínguez.