Chapecoense e Nacional Medellín disputam a Recopa na Arena Condá

Redação


A Arena Condá, em Chapecó, vai sediar a primeira partida da final da Recopa Sul-Americana, contra o Nacional de Medellín, no próximo dia 4 de abril.  A partida tem um significado especial, pois colocará frente a frente duas equipes que criaram uma união nunca antes vista no futebol por causa da tragédia que vitimou jogadores da Chapecoense, atletas e dirigentes, além de profissionais da imprensa na véspera da decisão da Copa Sul-Americana, em novembro do ano passado. A partida de  volta será disputada no Estádio Atanasio Girardot, dia 10 de maio, às 21h45 (de Brasília).

Mesmo com a Arena Condá sem condições de receber a partida, a Conmebol expediu “autorização excepcional” à Chapecoense para utilizar seu estádio. O clube brasileiro pediu que a exceção fosse aberta para “render, em sua cidade, uma homenagem muito especial ao Atlético Nacional pelas ações de solidariedade e respaldo oferecidas na ocasião do acidente aéreo”, explicou a nota da entidade.

O regulamento prevê a disputa em um estádio para 40 mil pessoas, enquanto a Arena Condá conta com apenas 21 mil pessoas. Caso a entidade não permitisse, estaria dentro das regras da competição.

 

 

 

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="421632" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]