Chapecoense lança modalidade sócio-contribuinte para quem deseja ajudar o clube

Após o trágico acidente que matou 19 dos 22 jogadores da Chapecoense, além de parte da comissão técnica e funcionários, ..

Mariana Ohde - 02 de dezembro de 2016, 06:46

Após o trágico acidente que matou 19 dos 22 jogadores da Chapecoense, além de parte da comissão técnica e funcionários, o clube lançou nesta quinta-feira (1º) uma nova modalidade de sócio-contribuinte para quem deseja ajudar o time a se reerguer.

"Em respeito à memória de nossos guerreiros, nós vamos continuar. Vamos juntos escrever mais um capítulo dessa história. Faça parte da nossa família, associe-se e jogue junto com a Chape", diz a mensagem publicada no site oficial.

A modalidade de sócio-contribuinte possui quatro possibilidades de pagamento. Os interessados podem ajudar com R$ 20, R$ 30, R$ 50 mensais ou optar por um plano que permite qualquer valor de mensalidade. O sócio-contribuinte receberá uma carteirinha do time e terá direito a descontos nos ingressos dos jogos.

A modalidade antiga de sócio-torcedor, com valores mais elevados de mensalidades, será mantida para aquelas pessoas que desejam ter acesso livre aos jogos da Chapecoense na Arena Condá.

Os interessados em participar da nova campanha de associados do clube catarinense podem se matricular no site oficial da Chapecoense.

Iniciativas

Na última semana, um curitibano lançou, nas redes sociais, a sugestão de que todos se associassem à Chapecoense para ajudar o clube financeira. Também foi feita uma vaquinha online para ajudar o time.

Velório

Os corpos das vítimas da queda do avião da Chapecoense na terça-feira (29), na Colômbia, devem chegar a Chapecó na manhã de sábado (3). O itinerário do vôo que vai transportar as vítimas da tragédia foi divulgado nesta quinta-feira pelo Ministério das Relações Exteriores.

A decolagem de Medellín está prevista para esta sexta-feira (2), às 19h, pelo horário de Brasília. O avião deve voar por quatro horas e meia até Manaus, onde fará uma parada técnica para abastecimento. De lá, o avião segue por mais seis horas até a cidade catarinense. A viagem terá uma duração total de 12 horas, contando com o tempo de parada para abastecimento. Assim, a previsão é de que a aeronave pouse no aeroporto de Chapecó às 7h da manhã de sábado.

Segundo confirmou hoje o Palácio do Planalto, o presidente da República Michel Temer vai acompanhar a chegada dos corpos das vítimas. Ele deve participar de uma cerimônia no aeroporto da cidade catarinense, mas não irá ao velório coletivo na Arena Condá.