Chelsea bate o Al-Hilal e pega o Palmeiras na final do Mundial

Com falha da defesa do clube da Arábia Saudita, Lukaku abriu o placar e definiu a classificação do Chelsea para encarar o Palmeiras na final do Mundial.

Vinicius Cordeiro - 09 de fevereiro de 2022, 15:21

(Divulgação/Chelsea)
(Divulgação/Chelsea)

Apesar de sustos, o Chelsea derrotou o Al-Hilal por 1 a 0 nesta quarta-feira (9) e confirmou o favoritismo para chegar à final do Mundial de Clubes e encarar o Palmeiras na decisão pelo título.

O grande nome do time inglês foi o atacante Romelu Lukaku, autor do gol e principal destaque do setor ofensivo. No segundo tempo, entretanto, Kepa fez duas boas defesas e evitou o empate do time árabe. 

A final do Mundial entre Palmeiras e Chelsea acontece no próximo sábado (12), às 13h30. A disputa pelo terceiro lugar será o duelo entre Al-Hilal e Ah Ahly, prevista para às 10h30.

O JOGO: BLUES ABREM PLACAR E SOFREM NA ETAPA FINAL

O primeiro tempo ficou marcado pelo domínio do Chelsea nas ações. Thiago Silva e Ziyech arriscaram de longe para fora. Depois, o primeiro chute perigoso de Lukaku foi defendido pelo goleiro Al Mayouf.

O gol saiu aos 39 minutos em erro grotesco do lateral árabe, que permitiu o gol de Lukaku e e deu um respiro para o Chelsea - veja o gol aqui

No segundo tempo, Ziyech exigiu linda defesa do goleiro do Al-Hilal e por pouco não ampliou a vantagem do Chelsea.

Os árabes começaram a gostar do jogo e chegar com perigo. O português Marega recebeu ótima enfiada de bola do brasileiro Matheus Pereira, mas chutou em cima de Kepa.

Depois disso, o goleiro espanhol ainda fez uma defesaça em chute de Kanno e viu a cabeçada de Jang Hyun-Soo passar perto do gol. 

Mount, que entrou durante a etapa final, recebeu ajeitada de Lukaku e bateu travado. Com Michael, ex-Flamengo em campo, o Al-Hilal 

CHELSEA 1 x 0 AL-HILAL - FICHA TÉCNICA

Semifinal do Mundial de Clubes

Data, horário e local: quarta-feira (09), às 13h30 (horário de Brasília), no Mohammed Bin Zayed, Abu Dhabi, nos Emirados Árabes Unidos.

Gol: Lukaku, aos 39 minutos do primeiro tempo. 

Cartões amarelos: Kovacic (CHE); Cuéllar e Al Bulayhi (ALH).

Chelsea: Kepa; Christensen, Rüdiger e Thiago Silva; Azpilicueta, Jorginho (Kanté), Kovacic e Marcos Alonso (Sarr); Ziyech (Mount), Havertz e Lukaku. Técnico: Thomas Tuchel.

Al Hilal: Al Mayouf; Al-Burayk, Jang Hyun-Soo, Al Bulayhi e Al-Shahrani; Cuellar e Kanno; Al Dawsari (Carillo), Matheus Pereira (Michael) e Marega; Ighalo. Técnico: Leonardo Jardim.