Chelsea vence o Villarreal nos pênaltis e conquista a Supercopa da UEFA

Vinicius Cordeiro

chelsea villarreal supercopa da uefa

Com brilho de Kepa, o Chelsea bateu o Villarreal por 6 a 5 na disputa por pênaltis e se tornou campeão da Supercopa da UEFA 2021. Durante os 90 minutos, o placar foi de 1 a 1: Ziyech abriu pelos ingleses no primeiro tempo e Gerard Moreno igualou com um golaço no Estádio Windsor Park, em Belfast, na Irlanda do Norte.

Havertz perdeu a primeira cobrança, mas Azpilicueta, Marcos Alonso, Mount e Jorginho marcaram. Pelo Villarreal, Mandi teve o chute defendido por Kepa. Gerard Moreno, Estupiñán, Moi Gómez e Raba anotaram.

A decisão chegou aos pênaltis alternados. Pulisic e Foyth marcaram, mas aí a estrela de Kepa brilhou e ele pegou a cobrança de Albiol. Já como Rudiger havia marcado, a taça ficou com os Blues.

O que mais chamou a atenção foi que Kepa entrou com uma substituição corajosa do técnico Thomas Tuchel. O goleiro entrou no segundo tempo da prorrogação, no lugar de Mendy, e foi fundamental para as penalidades.

BICAMPEÃO DA SUPERCOPA DA UEFA

A única vez em que o Chelsea conquistou a Supercopa da UEFA foi na edição de 1998. O time inglês disputou a taça outras três vezes, mas perdeu em 2012, 2013 e 2019. Já o Villarreal disputou o título pela primeira vez após ter vencido a Liga Europa 20/21.

Com a Supercopa da UEFA sendo a largada para o início da temporada, os dois clubes focam as atenções para os torneios nacionais.

O Chelsea a estreia na Premier League contra o Crystal Palace no próximo sábado (14), às 11h (horário de Brasília), no Stamford Bridge.

Já na segunda-feira (16), às 15h, o Villarreal recebe o Granada pela primeira rodada da La Liga.

CHELSEA 1 (6) x 1 (5) VILLARREAL

Chelsea: Mendy; Zouma (Christensen), Chalobah e Rüdiger; Hudson-Odoi (Azpilicueta), Kanté (Jorginho), Kovacic e Marcos Alonso; Kai Havertz, Ziyech (Pulisic) e Timo Werner (Mount). Técnico: Thomas Tuchel.

Villarreal: Asejo; Foyth, Albiol, Pau Torres e Pedraza (Estupiñán); Trigueros (Moi Gómez), Pino (Mandi), Capoué (Gaspar) e Alberto Moreno; Dia (Raba) e Gerard Moreno. Técnico: Unai Emery.

Gols: Zyiech (CHE); Gerard Moreno (VIL).

Cartões amarelos: Rüdiger (CHE); Pino (VIL).

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="782440" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]