Cianorte vence e encerra a invencibilidade do Athletico no Paranaense

Jorge de Sousa

Athletico Paranaense - Cianorte - Campeonato Paranaense

Com um segundo tempo arrasador, o Cianorte buscou a virada por 3 a 1 contra o Athletico Paranaense na noite desta quinta-feira (30), encerrando a invencibilidade do líder do Campeonato Paranaense.

Quem também teve sua invencibilidade encerrada foi o técnico Eduardo Barros. Somando os jogos da reta final do Campeonato Brasileiro de 2019 e o início do Paranaense deste ano, o treinador estava em uma série de 11 jogos sem derrota.

O duelo válido pela quarta rodada do Campeonato Paranaense foi realizado no Albino Turbay, em Cianorte.

Danilo Boza abriu o placar para o Athletico, enquanto Rodrigo Alves (duas vezes) e Buba viraram para o Cianorte.

O Cianorte subiu para a quinta posição com sete pontos ganhos com a vitória. Já o Athletico segue na liderança, empatado com nove pontos com o FC Cascavel, mas com a vantagem nos gols marcados (5 a 3).

PRÓXIMOS JOGOS

As equipes voltam a campo neste domingo (2), pela quinta rodada do Campeonato Paranaense.

Já o Cianorte viaja para Ponta Grossa para encarar o Operário no Germano Krüger, às 16h.

Já o Athletico Paranaense tem clássico contra o Paraná Clube, às 18h, na Arena da Baixada, em Curitiba.

No clássico, o técnico Dorival Júnior já confirmou que irá usar o elenco principal do Athletico pela primeira vez em um jogo oficial na temporada.

O JOGO

Danilo Boza - Athletico Paranaense  - Cianorte - Campeonato Paranaense
Danilo Boza comemora o único gol do Athletico Paranaense na partida. (Reprodução/Twitter Athletico Paranaense)

A primeira chance do jogo foi do Athletico aos seis minutos. Kleiton fez boa jogada na linha de fundo e cruzou fechado. A bola passou por toda a área e ninguém chegou para mandar para as redes.

O Cianorte respondeu aos 21 minutos. Rodrigo Alves errou o domínio na área, mas a bola sobrou para Eduardo Menezes que finalizou rasteiro para grande defesa de Anderson junto ao poste direito.

Aos 29 minutos, foi a vez de Rodrigo Alves levar perigo. O atacante avançou pelo meio e finalizou perto do poste esquerdo.

Só que quem abriu o placar foi o Athletico aos 32 minutos. Denner cobrou escanteio da direita, Kleiton escorou para o meio da área e Danilo Boza completou para o fundo das redes.

O Cianorte voltou melhor para o segundo tempo e buscou o empate logo aos dez minutos. Rodrigo Alves foi lançado, Anderson saiu de forma atrapalhada e o atacante apenas tirou do goleiro para balançar as redes.

O Athletico tentou responder aos 16 minutos. Denner cobrou escanteio da direito, Kleiton escorou para o segundo poste e Elias Carioca cabeceou perto do poste esquerdo. Lance muito parecido com o que originou o gol do Furacão.

Mas no minuto seguinte, França avançou pela direita e foi atropelado por Jaderson na área. Pênalti assinalado para o Cianorte, que Rodrigo Alves bateu firme no canto direito, Anderson chegou a tocar na bola, mas não evitou o gol da virada.

Os gols deixaram o Athletico atordoado em campo e aos 20 minutos, Buba foi lançado entre os zagueiros e cara a cara com Anderson, tirou do goleiro para marcar o terceiro gol do Cianorte.

A bola parada seguiu sendo a principal arma ofensiva do Athletico. Aos 32 minutos, Elias Carioca bateu falta da intermediária no travessão e quase marcou um belo gol no Albino Turbay.

Aos 37 minutos, o Athletico chegou novamente e um escanteio da direita. Após a cobrança, Danilo Boza escorou para o gol e Maurício Barbosa tentou cortar, mas pegou mal na bola, que passou perto do poste esquerdo.

Previous ArticleNext Article