Ciclista curitibano bate recorde mundial de velocidade extrema e chega a 202 Km/h

Andreza Rossini

Na manhã deste domingo (26), o ciclista profissional Evandro Portela atingiu a marca de 202 km/h no tempo de 6 minutos, 32 segundos e 733 milésimos, por 11 km, pedalando no vácuo de um carro e em estrada de rodagem comum, na BR-277, entre Curitiba e São José dos Pinhais. Essa é a maior velocidade já atingida por um ciclista em todo o mundo.

A pista ficou interditada por cerca de 30 minutos. O atleta bateu o próprio recorde que havia sido 184 km/h. A avaliação pelos juízes do Guinness Book será feita de forma online após a coleta de todos os dados e imagens.

“É uma emoção muito grande, um sonho conquistado e um grande desafio. Não foi fácil, enfrentei um vento contra de 20 km/h, que dificultou muito a minha progressão de velocidade. Quando estava em 190 km/h já não enxergava mais nada, a roda traseira já estava no ar, mas consegui controlar a bike e manter. Persisti e batemos a marca! Foi muito difícil, mas compensador”, declarou portela ao final do desafio.

O evento teve estrutura de segurança e apoio da Ecovia, Polícia Rodoviária Federal, Departamento de Estradas e Rodagem (DER-PR), e Prefeitura de São José dos Pinhais.


Evandro Portela_Recorde MundialO desafio

Para atingir a marca, Evandro iniciou pedalando até ganhar velocidade. Ao atingir 50 km/h, o atleta entrou no vácuo do carro e juntos aceleraram até chegar à velocidade final em uma distância de 11 quilômetros. O desafio foi homologado pela Associação de Comissários de Ciclismo do Paraná. O carro, preparado para a ocasião, foi um Subaru WRX 4X4 350 CV turbo, pilotado por um motorista com experiência em alta velocidade, estruturado com uma carenagem de acrílico que criou o vácuo, quebrando a barreira do vento.

O equipamento de Evandro também foi especialmente preparado para a ocasião. Todos os rolamentos da bicicleta são de cerâmica, que não têm atrito e suportam velocidades maiores. A roda da frente é de alumínio, mais pesada e, portanto, mais estável do que uma de carbono. Os raios da roda traseira são achatados e oferecem pouca resistência com o ar. A roupa foi desenvolvida para cortar o vento, pela Mauro Ribeiro Sports. Os pneus utilizados são o Grand Prix 4-Season, da Continental, com alta tecnologia em segurança, podendo passar por cima de cacos de vidro e de pedras que não furam.

Vídeo: Gianmarco Luiz

[insertmedia id=Isb3sDrwYjo]

Carreira

Depois de competir profissionalmente nas décadas de 1990 e 2000, somando cinco circuitos europeus e muitas conquistas, Evandro começou a treinar ciclismo em velocidade extrema. Já são 10 anos de muito treino e cerca de 800 km por semana para se preparar para este tipo de desafio. O ciclista ficou famoso nas redes sociais ao começar a postar seus vídeos de treino, chegando até então à velocidade máxima de 184 Km/h, em julho deste ano. Seus vídeos chegaram a milhões de visualizações.

O atleta possui no currículo 16 anos (1990 – 2006) de carreira profissional, com cinco temporadas no Circuito Europeu e 10 anos entre os 10 tops ciclistas das Américas. Entre importantes competições mundiais estão participações na Vuelta Espanha e Volta a Portugal. Entre as conquistas: Campeão do Tour Del Leste da França, em 1997; 3º colocado geral da Vuelta a Madri 1997, 5 vezes campeão geral na Volta de Santa Catarina, passando pela a temida serra do rio do rastro, Campeão Brasileiro de Pista 4×4000, entre outros.

Próximo desafio

Evandro não pretende descansar. Quando questionado, já lançou o próximo desafio “com apoio e estrutura vamos chegar a 280 km/h”, se anima o incansável e super ciclista Portela.

A realização do desafio é da Triativa Eventos, com patrocínio do Só Carrão, Consórcio Unilance, EBANX, SAGA, Mauro Ribeiro Sports, HS Sistemas, Bike Tech Curitiba, Pédaluz Bike Trainer. Apoio Farmácia Biológica, Levouleur Le Velo, Dips Personal e Ciclo Leiriense.

Post anteriorPróximo post
Comentários de Facebook