City vira sobre PSG e fica a um passo de final inédita na Champions

Folhapress

City vira sobre PSG e fica a um passo de final inédita na Champions

O Manchester City conseguiu um ótimo resultado contra o Paris Saint-Germain, nesta quarta-feira (28) no duelo de ida das semifinais da Champions League. Após sair atrás no placar, os ingleses conseguiram a virada e bateram os parisienses por 2 a 1, no Parque dos Príncipes.

A vitória fora de casa coloca a equipe de Pep Guardiola muito próxima de sua primeira final europeia na história. O catalão, que levou o Barcelona (ESP) a duas finais de Champions como técnico, vai em busca de sua terceira decisão do torneio.

Marquinhos, que retornou à equipe após lesão que o tirou do confronto anterior, abriu o placar para os parisienses no início do primeiro tempo, mas Kevin De Bruyne e Riyad Mahrez anotaram para os visitantes na etapa final e decretaram a virada em Paris.

Agora, em Manchester, o PSG terá de vencer por pelo menos dois gols de diferença (ou um gol de vantagem, desde que vença, no mínimo, por 3 a 2) para voltar à final, como na temporada passada.

O jogo começou com os donos da casa respondendo à posse de bola do Manchester City com rápidos contra-ataques. Contudo, os ingleses não conseguiam manter a bola por longos períodos e se aproximar da área adversária, e os franceses passaram a se sentir mais mais confortáveis na partida.

Melhor que o City, o time de Pochettino abriu o placar aos 15 minutos de partida.

Di María cobrou escanteio pela direita e Marquinhos subiu livre na primeira trave para desviar e colocar o Paris Saint-Germain na frente.

O zagueiro brasileiro, capitão do clube, havia perdido o duelo de volta contra o Bayern (ALE) pelas quartas de final e voltou ao time para o jogo desta quarta. Na temporada passada, Marquinhos já havia se mostrado artilheiro, com gols diante de RB Leipzig (ALE) e Atalanta (ITA) nas fases finais da Champions.

Na segunda etapa, o Manchester City voltou melhor e procurou ocupar ainda mais o campo de ataque.

Os franceses, em busca dos espaços para acionar a velocidade de Neymar e Mbappé, se fecharam mais atrás, com duas linhas para evitar infiltrações e passes verticais do time de Guardiola.

O empate do City veio em lance esquisito por parte do goleiro Keylor Navas. Após cobrança de escanteio curto, os ingleses trocaram passes até chegar em De Bruyne, que cruzou para a área. Navas esperou a bola quicar, mas calculou mal e viu a rede balançar, aos 19 minutos do segundo tempo.

A virada veio sete minutos depois. Em falta na frente da área, o canhoto Mahrez cobrou à meia altura na direção da barreira, mas Kimpembe e Leandro Paredes abriram, e a bola terminou no fundo do gol.

Depois de tomar a frente no placar, a missão de administrar a vantagem ficou ainda mais fácil para o Manchester City. Aos 32, Gueye pisou em Gündogan e levou cartão vermelho direto, deixando os parisienses com um a menos.

As equipes voltam a se enfrentar pela semifinal da Champions League na próxima terça-feira (4), no Etihad Stadium, na Inglaterra.

LEIA MAIS: Santos perde do Boca Juniors e se complica na Copa Libertadores

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="760652" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]