Ídolo do Coritiba, Cléber Arado morre aos 48 anos por complicações da Covid-19

Redação

cléber arado, ídolo, coritiba, coxa, atacante, anos 90, cléber, futebol, covid, covid-19, coronavírus, hospital, uti

O ex-atacante Cléber Arado, 48 anos, morreu neste sábado (2) por complicações da Covid-19. O ídolo do Coritiba passou 35 dias internado na UTI devido aos problemas pulmonares causados pelo coronavírus.

Após contrair Covid-19, o quadro de saúde do ex-atleta piorou no final de novembro. No dia 29 daquele mês, ele foi internado no Hospital de Reabilitação, em Curitiba, onde permaneceu em estado grave até falecer.

O prefeito Rafael Greca (DEM) decretou luto oficial em Curitiba em homenagem ao ex-jogador.

Cléber Arado defendeu o Coritiba em duas passagens entre 1997 e 2000. Em 85 partidas com a camisa coxa-branca, o ex-atacante balançou as redes 45 vezes.

O jogador foi o artilheiro do Coxa na conquista do Campeonato Paranaense de 1999, que deu fim a um jejum de 10 anos sem títulos. Cléber Arado marcou gols na semifinal, contra o Athletico, e na final, contra o Paraná Clube.

Após a morte do ídolo, por meio de nota, o Coritiba prestou solidariedade aos familiares e amigos do ex-jogador.

“O clube alviverde decreta luto oficial por três dias, com bandeira a meio mastro, e fará um minuto de silêncio no jogo do próximo dia 6 de janeiro, contra o Goiás, no Couto Pereira”.

Cléber Arado nasceu em São José do Rio Preto (SP), no dia 11 de outubro de 1972. Revelado pelo América-SP, também teve passagens por Guarani, Paulista, Portuguesa, Mogi Mirim, Avaí, Mérida (Espanah) e Kyoto Purple (Japão).

cléber arado, ídolo, coritiba, coxa, atacante, anos 90, cléber, futebol
Divulgação/Coritiba

+ Todas as notícias sobre Covid-19

Previous ArticleNext Article