Com arbitragem confusa, Nacional vence e elimina o São Paulo

Redação


Com uma arbitragem confusa do chileno Patricio Polic, que  deixou de marcar uma penalidade a favor do São Paulo e expulsou dois atletas do time brasileiro, o Nacional virou sobre o São Paulo por 2 a 1, com dois gols de Borja e espera o vencedor de Independente Del Valle e Boca Juniors para disputar a finalíssima.

O Tricolor saiu na frente com Calleri, aos oito minutos de jogo, mas cedeu o empate após uma linha de passe do ataque colombiano, Bruno não acompanhou a marcação e Borja levemente adiantado marcou o gol de empate.

O São Paulo precisava marcar mais dois gols para se classificar, foi à frente e abriu espaços para contra-ataques colombianos. Em um deles Guerra cruzou e a bola bateu no cotovelo de Carlinhos, o árbitro marcou pênalti e o próprio Borja ampliou.

Em seguida, o árbitro expulsou Wesley e Lugano por reclamações, não sem antes expulsar Michel Bastos e voltar atrás. O jogo ficou paralisado por mais de dez minutos, antes de ser reiniciado.

 

Previous ArticleNext Article