Com gol de Calleri, São Paulo bate Corinthians por 1 a 0 e vence primeira com Ceni

Folhapress e Redação


Intenso e eficiente, o São Paulo derrotou o Corinthians por 1 a 0 na noite desta segunda-feira (18), no Morumbi, em São Paulo, em partida válida pela 27ª rodada do Campeonato Brasileiro.

De quebra, o time tricolor ampliou uma longa invencibilidade que defende contra o rival em seus domínios, chegando ao oitavo clássico Majestoso seguido sem perder em casa – agora, são cinco vitórias e três empates.

O gol único foi anotado por Calleri, ainda no início do primeiro tempo.

Esta a primeira vitória da equipe são-paulina desde o retorno de Rogério Ceni, contratado na semana passada para substituir o argentino Hernán Crespo. O ex-goleiro e ídolo estreou no empate por 1 a 1 com o Ceará, na quinta-feira (14).

Além da confiança que os tricolores ganham com o resultado, chegam aos 34 pontos, sobem para a 12ª posição, na faixa de classificação para a Copa Sul-Americana, e abrem seis para o Juventude, o 17º e primeiro na parte vermelha da tabela.

O Corinthians, que tinha a chance de igualar a pontuação do Palmeiras, quarto colocado, por sua vez, fica estacionado nos 40 pontos e permanece na sexta posição.

Depois da vitória, o São Paulo volta a campo no domingo (24), quando vai encarar o Red Bull Bragantino. O Corinthians terá pela frente o Internacional, no mesmo dia.

Tricolor é mais incisivo, se impõe do início ao fim e garante vitória no clássico

Custou para o time de Sylvinho não ter conseguido controlar o ímpeto inicial do São Paulo. Nos primeiros dez minutos, os donos da casa armaram uma pressão e chegaram a balançar as redes duas vezes.

Primeiro, Luciano teve um gol anulado por impedimento logo aos dois minutos. Cinco minutos depois, nem o vídeo salvou os corintianos quando Calleri se meteu no meio dos dois zagueiros e desviou para o fundo da rede de Cássio, aos sete.

Só a partir daí foi que o Corinthians conseguiu equilibrar a partida e ganhar mais campo para chegar à meta de Tiago Volpi. Mesmo assim, criou apenas duas boas chances, com Giuliano e Gabriel Pereira. Enquanto isso, o São Paulo passou a explorar os contra-ataques, sobretudo com Igor Gomes, enquanto se fechava bem atrás.

Antes do intervalo, aos 42, houve uma confusão quando Liziero se estranhou com Du Queiroz após falta do próprio volante são-paulino. Jogadores reservas dos dois times entraram em campo, mas no fim apenas o meio-campista tricolor e o zagueiro corintiano João Victor, primeiro a chegar ao atrito, foram punidos com cartão amarelo.

Ao longo da etapa final, Sylvinho tentou fazer algumas mudanças no time, como a entrada de Gustavo Silva no lugar de Adson, o escolhido para substituir Willian, mas nem assim o volume ofensivo cresceu.

Dos homens de frente da equipe alvinegra, Giuliano era o mais participativo e quem mais levava perigo ao são-paulino, mas não chegou a exigir grandes defesas de Volpi.

Ceni, que já voltou do intervalo com Gabriel no lugar de Benítez para dar mais proteção ao meio-campo, viu seu time passar a administrar a vantagem. E ainda quase fez o segundo, quando Luciano acertou a trave.

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="797381" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]