Com gol nos acréscimos, Criciúma arranca empate com Goiás pela Série B

Vinicius Cordeiro


Com emoção até o fim, Criciúma e Goiás empataram por 2 a 2 nesta quinta-feira (1), abrindo a 34.ª rodada da Série B. O esmeraldino abriu ótima vantagem com dois gols do atacante Lucão, que se isolou na artilharia da competição = já são 16 bolas na rede. Porém, o Tigre não desistiu e chegou ao empate com gols de Zé Carlos, em cobrança de pênalti, e do zagueiro Sandro. 4.592 pessoas acompanharam o duelo no estádio Heriberto Hülse, em Santa Catarina.

Com o resultado, o Tigre fica com 42 pontos. Apesar da igualdade, o time comandado por Mazola Júnior vive o jejum de cinco jogos sem vencer. Do outro lado, os goianos chegam aos 54 pontos, mas perdem a oportunidade de conquistar a vice-liderança da competição, mesmo que provisória. 

Na próxima rodada, o Goiás recebe o Sampaio Corrêa no Serra Dourada. O jogo está marcado para a próxima segunda-feira (5), às 20h. Já na terça-feira (6), às 21h15, o Criciúma visita o Londrina no Estádio do Café.  

O jogo

Os visitantes abriram o placar aos 43 minutos do primeiro tempo. Michael fez boa jogada e carimbou a trave. No rebote, a bola ficou fácil para Felipe Gedoz rolar e Lucão balançar as redes. Com a desvantagem, os donos da casa voltaram para a etapa final se lançando ao ataque.

Aproveitando o contra-ataque, o Goiás chegou ao segundo gol. Léo Sena deu ótima enfiada para Michael, que recebeu em velocidade pela direita e tocou para o meio. Mostrando oportunismo, Lucão apareceu bem e marcou seu segundo tento. Mesmo com a desvantagem, o Criciúma não se entregou e foi recompensado aos 45 da etapa final, quando o zagueiro Alex Silva derrubou Andrew dentro da grande área. Zé Carlos foi para a cobrança e não desperdiçou.

Nos acréscimos, a equipe catarinense pressionou e conquistou uma falta aos 48. Em um desfecho dramático, o goleiro Luiz foi se aventurar na área adversária para o tudo ou nada. Elvis cruzou na área e Marlon chutou mascado. Sandro se atirou na bola e, com um leve desvio, garantiu a igualdade no marcador. Após o apito final, Zé Carlos se estranhou com o zagueiro Victor Ramos e acabou levando o cartão vermelho.

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="567908" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]