Tite assume a seleção e não garante Brasil na Copa

Redação


Com mais de um ano e meio de atraso, o técnico Tite foi oficialmente apresentado como novo treinador da seleção brasileira. O treinador era cotado pela maioria da população desde que o Brasil foi eliminado da Copa do Mundo de 2014, após a goleada por 7 a 1 contra a Alemanha e a queda de Felipão e Parreira, mas a CBF frustrou a todos e anunciou Dunga.

Durante entrevista coletiva na sede da CBF, Tite comentou sobre diversos assuntos e chegou a dizer que o Brasil corre risco de não disputar a Copa. “O foco é a classificação no Mundial e não estamos em uma zona de classificação. Vamos trabalhar em cima disso. Mas claro que corre o risco . Se tu não aceitar, você vai estar lutando contra a realidade. Estou aqui porque infelizmente o resultado não veio. É um fato real”, afirmou.

Sobre as Olimpíadas, falou a respeito da liderança que Vicalli tem e seu apoio ao trabalho dele. “A seleção brasileira desenvolver todo o trabalho de classificação e os próximos dois jogos. Dar às pessoas e aos profissionais, como Rogério Vicalli, todos têm a sua chance e então é confiança ao Rogério e a toda sua equipe”, comentou.

Sobre o aproveitamento de atletas nacionais, Tite também abriu essa possibilidade. “É uma realidade diferente de clubes onde eu tenho que saber, é um pedido que faço, que os clubes me liberem um dia de treinos com os técnicos, para que possa ver os atletas, assim conhecer, saber onde o atleta possa se adaptar, que o pessoal da inteligência da seleção me passe. Tenho a noção de que me preparei e continuo me preparando pra tal”, avaliou.

No caso de Neymar, Tite afirmou que  atleta terá a chance de crescer ainda mais, porém, o técnico deve dividir esse protagonismo. “O atleta também terá a capacidade de crescimento, é assim na vida, lá fora, é astro, mas você tem aqui atletas com potencial de crescimento e todos nós tínhamos”.

No final, Tite afirmou que o manifesto contrário à Marco Polo Del Nero, não invalida sua atividade como técnico da seleção. “Eu digo assim, a minha atividade e o convite foi para ser técnico da seleção, essa é a melhor contribuição que tenho, transparência, democratização, excelência e modernidade é a forma com que penso e meu trabalho pode falar”, concluiu.

Previous ArticleNext Article