Com o Atlético acuado pela torcida, Petraglia sai de cena

Redação


Um dia após a torcida atleticana arremessar uma bomba, segundo informações do portal Globo Esporte, em direção ao estacionamento da Arena da Baixada, o clube comunicou em seu site oficial que “o presidente do Conselho Deliberativo, Mario Celso Petraglia, está afastado do clube para resolver assuntos pessoais”. Durante a partida contra a Ponte Preta, em que a Macaca venceu por 2 a 0, a torcida passou a hostilizar e xingar os dirigentes, além de chamarem o técnico Fabiano Soares – em sua quarta partida à frente do time, de “burro”. Na nota, o clube informa que Petraglia se ausentou antes da partida contra a Ponte.

No final da partida, o “manager” Paulo Autuori chegou a ser cercado por torcedores que o xingaram. Autuori deixara o clube havia duas semanas juntamente com o técnico Eduardo Baptista, porém voltou na semana passada.

Confira o comunicado na íntegra:

“Desde o dia 19 de julho de 2017, o presidente do Conselho Deliberativo, Mario Celso Petraglia, está afastado do Clube Atlético Paranaense para resolver assuntos pessoais. O presidente encaminhou carta aos Conselhos Administrativo e Deliberativo com a solicitação de sua licença do cargo até o final de dezembro de 2017. O 1º vice-presidente Aguinaldo Coelho de Farias assumiu as funções da presidência do Conselho Deliberativo. É importante ressaltar que o projeto do Clube Atlético Paranaense será mantido dentro do previsto em planejamento”.

Previous ArticleNext Article